Movimento começa a aumentar nesta quarta-feira (14) e segue alto até segunda-feira (19). Sala de espera da rodoviária de Londrina, no norte do Paraná Reprodução/RPC A rodoviária de Londrina, no norte do Paraná, deve ter cerca de 250 ônibus extras para atender 42 mil passageiros no feriado da Proclamação da República, segundo a administração do terminal. O movimento começa a aumentar nesta quarta-feira (14) e continua alto até segunda-feira (19). Só nesta quarta, serão aproximadamente 50 ônibus extras. Os principais destinos, ainda segundo a administração da rodoviária, são Curitiba, Cascavel, São Paulo, Campinas, Santos, Ribeirão Preto e litoral de Santa Catarina. Devido ao grande movimento, foi solicitado apoio da Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU), Guarda Municipal e Polícia Militar. Veja mais notícias da região no G1 Norte e Noroeste.
Rodoviária de Londrina deve ter cerca de 250 ônibus extras para atender 42 mil passageiros no feriado

Movimento começa a aumentar nesta quarta-feira (14) e segue alto até segunda-feira (19). Sala de espera da rodoviária de Londrina, no norte do Paraná Reprodução/RPC A rodoviária de Londrina, no norte do Paraná, deve ter cerca de 250 ônibus extras para atender 42 mil passageiros no feriado da Proclamação da República, segundo a administração do terminal. O movimento começa a aumentar nesta quarta-feira (14) e continua alto até segunda-feira (19). Só nesta quarta, serão aproximadamente 50 ônibus extras. Os principais destinos, ainda segundo a administração da rodoviária, são Curitiba, Cascavel, São Paulo, Campinas, Santos, Ribeirão Preto e litoral de Santa Catarina. Devido ao grande movimento, foi solicitado apoio da Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU), Guarda Municipal e Polícia Militar. Veja mais notícias da região no G1 Norte e Noroeste.



Crime foi cometido na madrugada desta quarta-feira (14); vítima já havia ameaçado a esposa e os pais no fim de semana; suspeito fugiu. Pai mata filho em Marmeleiro Um homem é suspeito de matar o filho na madrugada desta quarta-feira (14) em Marmeleiro, no sudoeste do Paraná. Segundo a Polícia Militar, o suspeito acabou cometendo o crime ao tentar defender a nora. A polícia informou ainda que o filho do suspeito, de 36 anos, chegou em casa, na área rural da cidade, por volta das 3h e começou a agredir a mulher. Para acabar com a discussão, o homem acabou disparando um tiro de espingarda e acertou o filho, que morreu no local. O pai fugiu levando a arma, mas avisou, por meio de um sobrinho, que deve se entregar a polícia. Buscas foram feitas pela região, mas até a atualização desta matéria, o suspeito não havia sido localizado. A PM destacou ainda que esta não foi a primeira vez que o homem chegou em casa bêbado e agrediu a esposa e os pais. No fim de semana, a polícia foi chamada por conta das ameaças e agressões. O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico-Legal (IML) de Francisco Beltrão. Veja mais notícias da região no G1 Oeste e Sudoeste.
Ao tentar defender a nora, pai mata o filho em Marmeleiro, diz polícia
Crime foi cometido na madrugada desta quarta-feira (14); vítima já havia ameaçado a esposa e os pais no fim de semana; suspeito fugiu. Pai mata filho em Marmeleiro Um homem é suspeito de matar o filho na madrugada desta quarta-feira (14) em Marmeleiro, no sudoeste do Paraná. Segundo a Polícia Militar, o suspeito acabou cometendo o crime ao tentar defender a nora. A polícia informou ainda que o filho do suspeito, de 36 anos, chegou em casa, na área rural da cidade, por volta das 3h e começou a agredir a mulher. Para acabar com a discussão, o homem acabou disparando um tiro de espingarda e acertou o filho, que morreu no local. O pai fugiu levando a arma, mas avisou, por meio de um sobrinho, que deve se entregar a polícia. Buscas foram feitas pela região, mas até a atualização desta matéria, o suspeito não havia sido localizado. A PM destacou ainda que esta não foi a primeira vez que o homem chegou em casa bêbado e agrediu a esposa e os pais. No fim de semana, a polícia foi chamada por conta das ameaças e agressões. O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico-Legal (IML) de Francisco Beltrão. Veja mais notícias da região no G1 Oeste e Sudoeste.




Comércio de rua e bancos fecham na quinta-feira (15) e reabrem na sexta-feira (16). Serviços da prefeitura só serão retomados na segunda-feira (19). Os serviços da prefeitura não vão funcionar durante o feriado e recesso Prefeitura de Guarapuava/Divulgação Os serviços administrativos da prefeitura não vão funcionar durante o feriado nacional da Proclamação da República, nesta quinta-feira (15), em Guarapuava, na região central do Paraná. Eles estarão fechados também na sexta-feira (16), recesso da administração municipal. O comércio de rua fecha na quinta-feira e reabre na sexta-feira, assim como os bancos. Os serviços considerados essenciais, como os atendimentos de urgência e emergência em saúde e os de segurança, serão mantidos. Confira abaixo o que abre e o que fecha: Saúde Unidades Básicas de Saúde (UBS) estarão fechadas. Em caso de urgência e emergência, os atendimentos estarão concentrados na Unidade 24 horas da Primavera, na UPA do Batel e na Unidade Trianon, das 7h à meia-noite. O Samu também estará com o atendimento normal. Educação A Escolas Municipais, Estaduais e CMEIs não funcionam na quinta e na sexta-feira. As aulas só voltam na segunda-feira. Feiras A Feira do Produtor Rural da Paróquia Dom Bosco (Vila Carli), que acontece todas as quintas-feiras, será mantida no feriado. Já a feira da Paróquia Santa Cruz vai ser antecipada para quarta-feira (14). As feiras de sexta (Primavera) e sábado (Bonsucesso) serão realizadas normalmente. Fundação Proteger O setor administrativo da Fundação Proteger não terá atendimento nos dois dias, mas as unidades de acolhimento mantém o funcionamento normalmente. Coleta de lixo Não haverá coleta no feriado, mas os trabalhos retornam na sexta-feira, quando todos os serviços da Companhia de Serviços de Urbanização de Guarapuava (Surg) estarão atendendo, inclusive o administrativo. Procon, Agência do Trabalhador e Guarapuava Prev Não haverá atendimento no feriado e no recesso. Voltam a atender na segunda-feira. Trânsito O setor administrativo da Secretaria de Trânsito e Transportes, que fica anexo à Rodoviária, não funcionará quinta e sexta. Na sexta-feira, retorna o atendimento do Protocolo de Recurso de Infrações (8h30 às 12h e 13h30 às 18h), e a fiscalização do agentes do Estar na ruas. Os agentes de trânsito não param no feriado e no recesso. Bancos Os bancos fecham na quinta-feira e reabrem na sexta. Comércio de Rua O comércio de rua vai estar fechado na quinta. Na sexta-feira abre normalmente das 9h às 18h. Veja mais notícias da região no G1 Campos Gerais e Sul.
Veja o que abre e o que fecha neste feriado em Guarapuava

Comércio de rua e bancos fecham na quinta-feira (15) e reabrem na sexta-feira (16). Serviços da prefeitura só serão retomados na segunda-feira (19). Os serviços da prefeitura não vão funcionar durante o feriado e recesso Prefeitura de Guarapuava/Divulgação Os serviços administrativos da prefeitura não vão funcionar durante o feriado nacional da Proclamação da República, nesta quinta-feira (15), em Guarapuava, na região central do Paraná. Eles estarão fechados também na sexta-feira (16), recesso da administração municipal. O comércio de rua fecha na quinta-feira e reabre na sexta-feira, assim como os bancos. Os serviços considerados essenciais, como os atendimentos de urgência e emergência em saúde e os de segurança, serão mantidos. Confira abaixo o que abre e o que fecha: Saúde Unidades Básicas de Saúde (UBS) estarão fechadas. Em caso de urgência e emergência, os atendimentos estarão concentrados na Unidade 24 horas da Primavera, na UPA do Batel e na Unidade Trianon, das 7h à meia-noite. O Samu também estará com o atendimento normal. Educação A Escolas Municipais, Estaduais e CMEIs não funcionam na quinta e na sexta-feira. As aulas só voltam na segunda-feira. Feiras A Feira do Produtor Rural da Paróquia Dom Bosco (Vila Carli), que acontece todas as quintas-feiras, será mantida no feriado. Já a feira da Paróquia Santa Cruz vai ser antecipada para quarta-feira (14). As feiras de sexta (Primavera) e sábado (Bonsucesso) serão realizadas normalmente. Fundação Proteger O setor administrativo da Fundação Proteger não terá atendimento nos dois dias, mas as unidades de acolhimento mantém o funcionamento normalmente. Coleta de lixo Não haverá coleta no feriado, mas os trabalhos retornam na sexta-feira, quando todos os serviços da Companhia de Serviços de Urbanização de Guarapuava (Surg) estarão atendendo, inclusive o administrativo. Procon, Agência do Trabalhador e Guarapuava Prev Não haverá atendimento no feriado e no recesso. Voltam a atender na segunda-feira. Trânsito O setor administrativo da Secretaria de Trânsito e Transportes, que fica anexo à Rodoviária, não funcionará quinta e sexta. Na sexta-feira, retorna o atendimento do Protocolo de Recurso de Infrações (8h30 às 12h e 13h30 às 18h), e a fiscalização do agentes do Estar na ruas. Os agentes de trânsito não param no feriado e no recesso. Bancos Os bancos fecham na quinta-feira e reabrem na sexta. Comércio de Rua O comércio de rua vai estar fechado na quinta. Na sexta-feira abre normalmente das 9h às 18h. Veja mais notícias da região no G1 Campos Gerais e Sul.




Assista aos vídeos do telejornal com as notícias de todas as regiões. Assista aos vídeos do telejornal com as notícias de todas as regiões.
VÍDEOS: Meio-Dia Paraná de quarta-feira, 14 de novembro

Assista aos vídeos do telejornal com as notícias de todas as regiões. Assista aos vídeos do telejornal com as notícias de todas as regiões.




Serviços públicos essenciais serão mantidos; comércio de rua fecha na quinta-feira (15) e reabre na sexta-feira (16). Prefeitura de Ponta Grossa mantém serviços essenciais neste feriado Prefeitura de Ponta Grossa/Divulgação Os serviços públicos considerados essenciais, como os atendimentos de urgência e emergência em saúde e os de segurança, serão mantidos em Ponta Grossa, nos Campos Gerais do Paraná, durante o feriado nacional da Proclamação da República, nesta quinta-feira (15). Comércio de rua fecha na quinta-feira e reabre na sexta-feira (16), assim como os bancos. Os órgãos da prefeitura que funcionam de segunda a sexta também ficam fechados neste dia 15 de novembro. Confira abaixo o que abre e o que fecha: Saúde As Unidades de Pronto Atendimento (UPA), o Hospital Municipal e o Hospital da Criança funcionam 24h normalmente ; Unidades Básicas de Saúde (UBS) não atenderão no feriado, voltando a funcionar normalmente na sexta-feira. Educação A Escolas Municipais, Estaduais e CMEIs não funcionam na quinta e na sexta-feira. As aulas só voltam na segunda-feira. Feira Verde Não atenderá no feriado e na sexta-feira, retomando os trabalhos na segunda-feira (19). Mercado da Família Não atenderá no feriado, mas volta a funcionar normalmente na sexta-feira. CRA e CREAS Não funcionam no feriado. Voltam na sexta-feira. Restaurante Popular Não atenderá no feriado. Retorna na sexta-feira. Coleta de lixo Não haverá coleta no feriado, mas os trabalhos retornam na sexta-feira. Prolar e Procon Não atenderão no feriado. Voltam na sexta-feira. Trânsito A fiscalização de trânsito da AMTT e o EstaR não atenderão no feriado. Fiscalização e regularização de notificações funcionam na sexta-feira em horário normal. O setor de recursos de infrações não vai funcionar na sexta. Bancos Os bancos fecham na quinta-feira e reabrem na sexta. Comércio de Rua O comércio de rua vai estar fechado na quinta. Na sexta-feira abre normalmente das 9h às 18h. Shoppings Os shoppings terão horário especial apenas na quinta-feira. As lojas do Shopping Palladium funcionam, das 12h às 20h. Já a Praça de Alimentação das 11h às 22h. As lojas do Shopping Total funcionam das 14h às 20h. A praça de alimentação das 10h às 20h e o Muffato das 8h às 20h. Veja mais notícias da região no G1 Campos Gerais e Sul.
Veja o que abre e o que fecha neste feriado, em Ponta Grossa

Serviços públicos essenciais serão mantidos; comércio de rua fecha na quinta-feira (15) e reabre na sexta-feira (16). Prefeitura de Ponta Grossa mantém serviços essenciais neste feriado Prefeitura de Ponta Grossa/Divulgação Os serviços públicos considerados essenciais, como os atendimentos de urgência e emergência em saúde e os de segurança, serão mantidos em Ponta Grossa, nos Campos Gerais do Paraná, durante o feriado nacional da Proclamação da República, nesta quinta-feira (15). Comércio de rua fecha na quinta-feira e reabre na sexta-feira (16), assim como os bancos. Os órgãos da prefeitura que funcionam de segunda a sexta também ficam fechados neste dia 15 de novembro. Confira abaixo o que abre e o que fecha: Saúde As Unidades de Pronto Atendimento (UPA), o Hospital Municipal e o Hospital da Criança funcionam 24h normalmente ; Unidades Básicas de Saúde (UBS) não atenderão no feriado, voltando a funcionar normalmente na sexta-feira. Educação A Escolas Municipais, Estaduais e CMEIs não funcionam na quinta e na sexta-feira. As aulas só voltam na segunda-feira. Feira Verde Não atenderá no feriado e na sexta-feira, retomando os trabalhos na segunda-feira (19). Mercado da Família Não atenderá no feriado, mas volta a funcionar normalmente na sexta-feira. CRA e CREAS Não funcionam no feriado. Voltam na sexta-feira. Restaurante Popular Não atenderá no feriado. Retorna na sexta-feira. Coleta de lixo Não haverá coleta no feriado, mas os trabalhos retornam na sexta-feira. Prolar e Procon Não atenderão no feriado. Voltam na sexta-feira. Trânsito A fiscalização de trânsito da AMTT e o EstaR não atenderão no feriado. Fiscalização e regularização de notificações funcionam na sexta-feira em horário normal. O setor de recursos de infrações não vai funcionar na sexta. Bancos Os bancos fecham na quinta-feira e reabrem na sexta. Comércio de Rua O comércio de rua vai estar fechado na quinta. Na sexta-feira abre normalmente das 9h às 18h. Shoppings Os shoppings terão horário especial apenas na quinta-feira. As lojas do Shopping Palladium funcionam, das 12h às 20h. Já a Praça de Alimentação das 11h às 22h. As lojas do Shopping Total funcionam das 14h às 20h. A praça de alimentação das 10h às 20h e o Muffato das 8h às 20h. Veja mais notícias da região no G1 Campos Gerais e Sul.




Cargos são de nível médio e superior; inscrições podem ser feitas entre 22 e 26 de novembro; salários variam de R$ 1,5 mil a R$ 3,6 mil. Segundo a Seju, as vagas para a Agência do Trabalhador de Curitiba são temporárias Google/Reprodução A Secretaria da Justiça, Trabalho e Direitos Humanos (Seju) do Paraná está com processo seletivo simplificadoaberto com 61 vagas temporárias para a Agência do Trabalhador de Curitiba. As inscrições podem ser feitas de graça das 9h do dia 22 de novembro até as 17h do dia 26 de novembro, no site da Seju. De acordo com o edital do PSS, os salários variam de R$ 1,5 mil a R$ 3,6 mil. Os cargos são de nível médio e superior. A classificação será feita por meio da análise de títulos, aperfeiçoamento profissional e tempo de serviço. Confira as vagas disponíveis: analistas de sistemas supervisores de setor técnico administrativo técnico em informática Veja mais notícias do estado no G1 Paraná.
Agência do Trabalhador de Curitiba abre processo seletivo com 61 vagas

Cargos são de nível médio e superior; inscrições podem ser feitas entre 22 e 26 de novembro; salários variam de R$ 1,5 mil a R$ 3,6 mil. Segundo a Seju, as vagas para a Agência do Trabalhador de Curitiba são temporárias Google/Reprodução A Secretaria da Justiça, Trabalho e Direitos Humanos (Seju) do Paraná está com processo seletivo simplificadoaberto com 61 vagas temporárias para a Agência do Trabalhador de Curitiba. As inscrições podem ser feitas de graça das 9h do dia 22 de novembro até as 17h do dia 26 de novembro, no site da Seju. De acordo com o edital do PSS, os salários variam de R$ 1,5 mil a R$ 3,6 mil. Os cargos são de nível médio e superior. A classificação será feita por meio da análise de títulos, aperfeiçoamento profissional e tempo de serviço. Confira as vagas disponíveis: analistas de sistemas supervisores de setor técnico administrativo técnico em informática Veja mais notícias do estado no G1 Paraná.



Empresário estava abrindo a empresa, nesta quarta-feira (14), quando foi abordado por ladrão. Suspeito fugiu com dinheiro e até o início da tarde não foi localizado pela polícia. Comerciante é esfaqueado em tentativa de assalto em Umuarama Um empresário, de 58 anos, foi esfaqueado durante um assalto em um mercado em Umuarama, no noroeste do Paraná, na manhã desta quarta-feira (14). De acordo com a Polícia Militar (PM), a vítima também foi agredida no rosto pelo criminoso. O comerciante foi socorrido e levado ao hospital Uopeccan. A esposa do empresário disse que já tinham sido assaltados outras vezes, mas os ladrões nunca tinham sido violentos. O suspeito fugiu com uma quantia em dinheiro da empresa. Ele ainda não foi identificado e nem localizado pela polícia. Veja mais notícias da região no G1 Norte e Noroeste.
Dono de mercado é esfaqueado durante assalto em Umuarama
Empresário estava abrindo a empresa, nesta quarta-feira (14), quando foi abordado por ladrão. Suspeito fugiu com dinheiro e até o início da tarde não foi localizado pela polícia. Comerciante é esfaqueado em tentativa de assalto em Umuarama Um empresário, de 58 anos, foi esfaqueado durante um assalto em um mercado em Umuarama, no noroeste do Paraná, na manhã desta quarta-feira (14). De acordo com a Polícia Militar (PM), a vítima também foi agredida no rosto pelo criminoso. O comerciante foi socorrido e levado ao hospital Uopeccan. A esposa do empresário disse que já tinham sido assaltados outras vezes, mas os ladrões nunca tinham sido violentos. O suspeito fugiu com uma quantia em dinheiro da empresa. Ele ainda não foi identificado e nem localizado pela polícia. Veja mais notícias da região no G1 Norte e Noroeste.



O dinheiro foi encontrado em um carro que estava parado próximo ao Jardim Nova Esperança, na região sul. Guarda Municipal apreende R$ 900 mil em Londrina A Guarda Municipal de Londrina, no norte do Paraná, apreendeu quase R$ 900 mil com um homem na noite de terça-feira (13). O dinheiro estava em um carro, que foi parado próximo ao Jardim Nova Esperança, na região sul. De acordo com a Guarda Municipal, no carro foi encontrada uma pistola calibre 9 milímetros, e o homem foi preso por porte ilegal de arma de fogo de uso restrito. Ele também deve responder pelo crime de lavagem de dinheiro. A Polícia Civil abriu um inquérito para investigar a origem dos valores apreendidos, segundo o delegado Mozart Rocha Gonçalves, do 2º Distrito Policial. Após contagem em um banco, nesta quarta-feira (14), a Polícia Civil informou que as notas somaram R$ 857.670. O valor foi depositado em uma conta jucidial vinculada ao inquérito. O homem continuava preso na tarde desta quarta. Veja mais notícias da região no G1 Norte e Noroeste.
Guarda Municipal apreende quase R$ 900 mil com um homem em Londrina
O dinheiro foi encontrado em um carro que estava parado próximo ao Jardim Nova Esperança, na região sul. Guarda Municipal apreende R$ 900 mil em Londrina A Guarda Municipal de Londrina, no norte do Paraná, apreendeu quase R$ 900 mil com um homem na noite de terça-feira (13). O dinheiro estava em um carro, que foi parado próximo ao Jardim Nova Esperança, na região sul. De acordo com a Guarda Municipal, no carro foi encontrada uma pistola calibre 9 milímetros, e o homem foi preso por porte ilegal de arma de fogo de uso restrito. Ele também deve responder pelo crime de lavagem de dinheiro. A Polícia Civil abriu um inquérito para investigar a origem dos valores apreendidos, segundo o delegado Mozart Rocha Gonçalves, do 2º Distrito Policial. Após contagem em um banco, nesta quarta-feira (14), a Polícia Civil informou que as notas somaram R$ 857.670. O valor foi depositado em uma conta jucidial vinculada ao inquérito. O homem continuava preso na tarde desta quarta. Veja mais notícias da região no G1 Norte e Noroeste.




Perseguição com acidente aconteceu próximo a Cascavel; motorista fugiu. Segundo a polícia, o motorista passou a dirigir em alta velocidade assim que viu um grupo de agentes, perdeu o controle da direção e capotou BPFron/Divulgação Um carro capotado com cigarro contrabandeado do Paraguai capotou em um trecho da BR-467, próximo a Cascavel, no oeste do Paraná, quando o motorista tentava fugir da polícia. O acidente aconteceu na manhã desta quarta-feira (14) logo depois de o carro suspeito ser identificado por policiais militares que participam de um curso de capacitação de policiamento de fronteira e seguiam pela rodovia. Segundo a polícia, o motorista passou a dirigir em alta velocidade assim que viu o grupo de agentes, perdeu o controle da direção e capotou. Em seguida, ele fugiu a pé. Buscas foram feitas pela região, mas até a última atualização desta matéria nenhum suspeito havia sido identificado ou preso. A quantidade de cigarro trazido ilegalmente do país vizinho não foi informada. Veja mais notícias da região no G1 Oeste e Sudoeste.
Carro carregado com cigarro contrabandeado capota durante fuga na BR-467

Perseguição com acidente aconteceu próximo a Cascavel; motorista fugiu. Segundo a polícia, o motorista passou a dirigir em alta velocidade assim que viu um grupo de agentes, perdeu o controle da direção e capotou BPFron/Divulgação Um carro capotado com cigarro contrabandeado do Paraguai capotou em um trecho da BR-467, próximo a Cascavel, no oeste do Paraná, quando o motorista tentava fugir da polícia. O acidente aconteceu na manhã desta quarta-feira (14) logo depois de o carro suspeito ser identificado por policiais militares que participam de um curso de capacitação de policiamento de fronteira e seguiam pela rodovia. Segundo a polícia, o motorista passou a dirigir em alta velocidade assim que viu o grupo de agentes, perdeu o controle da direção e capotou. Em seguida, ele fugiu a pé. Buscas foram feitas pela região, mas até a última atualização desta matéria nenhum suspeito havia sido identificado ou preso. A quantidade de cigarro trazido ilegalmente do país vizinho não foi informada. Veja mais notícias da região no G1 Oeste e Sudoeste.



Homem não foi atingido por carro porque se jogou na calçada. Situação ocorreu na tarde de terça-feira (13). Pedreiro escapa de atropelamento ao pular em calçada em Cornélio Procópio Por pouco, um homem não foi atropelado em Cornélio Procópio, no norte do Paraná, na tarde de terça-feira (13). Câmeras de segurança registraram o momento que um carro invadiu a calçada onde ele estava trabalhando. Um pedreiro assentava tijolos em uma calçada na Avenida Dom Pedro, Jardim Panorama, quando um carro desgovernado foi para cima dele. O pedreiro conseguiu se jogar na calçada em questão de segundos. Segundo a Polícia Militar (PM), o motorista do carro disse que perdeu o controle do veículo. Ele ainda bateu em uma moto que estava estacionada. Ninguém se feriu. Veja mais notícias da região no G1 Norte e Noroeste.
Carro invade calçada e quase atinge pedreiro em Cornélio Procópio; VÍDEO
Homem não foi atingido por carro porque se jogou na calçada. Situação ocorreu na tarde de terça-feira (13). Pedreiro escapa de atropelamento ao pular em calçada em Cornélio Procópio Por pouco, um homem não foi atropelado em Cornélio Procópio, no norte do Paraná, na tarde de terça-feira (13). Câmeras de segurança registraram o momento que um carro invadiu a calçada onde ele estava trabalhando. Um pedreiro assentava tijolos em uma calçada na Avenida Dom Pedro, Jardim Panorama, quando um carro desgovernado foi para cima dele. O pedreiro conseguiu se jogar na calçada em questão de segundos. Segundo a Polícia Militar (PM), o motorista do carro disse que perdeu o controle do veículo. Ele ainda bateu em uma moto que estava estacionada. Ninguém se feriu. Veja mais notícias da região no G1 Norte e Noroeste.




Flagrante foi feito em Santa Helena durante uma ação conjunta das polícias Civil e Federal; 50 caixas de cigarro foram apreendidas. Helicóptero auxilia na apreensão de cigarros contrabandeados no Lago de Itaipu Um helicóptero da Polícia Civil auxiliou na apreensão de cigarros contrabandeados durante um patrulhamento no Lago de Itaipu na região de Santa Helena, no oeste do Paraná, na fronteira com o Paraguai. O flagrante foi feito no sábado (10) durante uma ação conjunta de fiscalização das polícias Civil e Federal na área do reservatório. Assista ao vídeo. Segundo a polícia, ao perceber a aproximação do helicóptero e de uma lancha da PF, o piloto da embarcação tentou escapar em alta velocidade e se aproveitou da vegetação às margens do lago e de um porto clandestino para fugir. Suspeitos que aguardavam para fazer a transferência da carga ilegal da lancha para um utilitário também conseguiram fugir. No total, foram apreendidas cerca de 50 caixas de cigarros contrabandeados do Paraguai. A lancha e o carro também foram levados com a carga ilegal para a Alfândega da Receita Federal em Foz do Iguaçu. Segundo a PF, o piloto da embarcação se aproveitou da vegetação às margens do lago e de um porto clandestino para fugir PF/Divulgação Veja mais notícias da região no G1 Oeste e Sudoeste.
Helicóptero ajuda na apreensão de cigarros contrabandeados no Lago de Itaipu; VÍDEO

Flagrante foi feito em Santa Helena durante uma ação conjunta das polícias Civil e Federal; 50 caixas de cigarro foram apreendidas. Helicóptero auxilia na apreensão de cigarros contrabandeados no Lago de Itaipu Um helicóptero da Polícia Civil auxiliou na apreensão de cigarros contrabandeados durante um patrulhamento no Lago de Itaipu na região de Santa Helena, no oeste do Paraná, na fronteira com o Paraguai. O flagrante foi feito no sábado (10) durante uma ação conjunta de fiscalização das polícias Civil e Federal na área do reservatório. Assista ao vídeo. Segundo a polícia, ao perceber a aproximação do helicóptero e de uma lancha da PF, o piloto da embarcação tentou escapar em alta velocidade e se aproveitou da vegetação às margens do lago e de um porto clandestino para fugir. Suspeitos que aguardavam para fazer a transferência da carga ilegal da lancha para um utilitário também conseguiram fugir. No total, foram apreendidas cerca de 50 caixas de cigarros contrabandeados do Paraguai. A lancha e o carro também foram levados com a carga ilegal para a Alfândega da Receita Federal em Foz do Iguaçu. Segundo a PF, o piloto da embarcação se aproveitou da vegetação às margens do lago e de um porto clandestino para fugir PF/Divulgação Veja mais notícias da região no G1 Oeste e Sudoeste.




Veículo foi roubado em Tibagi, nos Campos Gerais, e estava em um barracão nesta quarta-feira (14). Ninguém foi preso. Caminhão foi encontrado em um barracão em Maringá Divulgação/Polícia Civil A Polícia Civil de Maringá, no norte do Paraná, recuperou, nesta quarta-feira (14), um caminhão com 25 toneladas de carne. O veículo e a carga foram roubados, segundo a polícia, em Tibagi, região dos Campos Gerais. O caminhão estava escondido em um barracão, em um endereço não divulgado pela polícia. Ninguém foi preso,não havia ninguém no local quando os policiais entraram no barracão. De acordo com o delegado Luiz Cláudio Alves, o próximo passo será interrogar o dono do imóvel para obter informações sobre os possíveis autores do roubo. Segundo caso em uma semana Essa foi a segunda carga de carne recuperada pelos policiais nesta semana. Na segunda-feira (12), um caminhão roubado em Sertaneja, no norte do estado, foi encontrado abandonado e sem a carga na Avenida Morangueira, na zona norte de Maringá. A carga estava em um outro caminhão, estacionado em um posto de combustíveis de Marialva, a 20 quilômetros de Maringá. Os produtos, avaliados em R$ 400 mil, foram devolvidos aos proprietários. Ninguém foi preso. Segundo o delegado, o dono do caminhão flagrado com a carga roubada em Marialva disse que teria sido contratado para levar a carne para São Paulo. Ele foi ouvido, liberado, mas voltará a ser interrogado. "Ainda estamos investigando essas duas situações, ainda é cedo para dizer que possam ter ligação", diz. Veja mais notícias da região no G1 Norte e Noroeste
Polícia recupera caminhão carregado com 25 toneladas de carne em Maringá

Veículo foi roubado em Tibagi, nos Campos Gerais, e estava em um barracão nesta quarta-feira (14). Ninguém foi preso. Caminhão foi encontrado em um barracão em Maringá Divulgação/Polícia Civil A Polícia Civil de Maringá, no norte do Paraná, recuperou, nesta quarta-feira (14), um caminhão com 25 toneladas de carne. O veículo e a carga foram roubados, segundo a polícia, em Tibagi, região dos Campos Gerais. O caminhão estava escondido em um barracão, em um endereço não divulgado pela polícia. Ninguém foi preso,não havia ninguém no local quando os policiais entraram no barracão. De acordo com o delegado Luiz Cláudio Alves, o próximo passo será interrogar o dono do imóvel para obter informações sobre os possíveis autores do roubo. Segundo caso em uma semana Essa foi a segunda carga de carne recuperada pelos policiais nesta semana. Na segunda-feira (12), um caminhão roubado em Sertaneja, no norte do estado, foi encontrado abandonado e sem a carga na Avenida Morangueira, na zona norte de Maringá. A carga estava em um outro caminhão, estacionado em um posto de combustíveis de Marialva, a 20 quilômetros de Maringá. Os produtos, avaliados em R$ 400 mil, foram devolvidos aos proprietários. Ninguém foi preso. Segundo o delegado, o dono do caminhão flagrado com a carga roubada em Marialva disse que teria sido contratado para levar a carne para São Paulo. Ele foi ouvido, liberado, mas voltará a ser interrogado. "Ainda estamos investigando essas duas situações, ainda é cedo para dizer que possam ter ligação", diz. Veja mais notícias da região no G1 Norte e Noroeste




Alerta vale até a 0h de quinta-feira (15). Amanhecer, em Curitiba, foi colorido nesta quarta-feira (14) Thais Kaniak/G1 Há aviso de tempestade em praticamente todo o Paraná para esta quarta-feira (14), de acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (INMET). O alerta do INMET vale até a 0h de quinta-feira (15) e também abrange os estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Veja a previsão do tempo na sua cidade Segundo o Sistema Meteorológico do Paraná (Simepar), começou a chover no estado durante a madrugada na região oeste. Pela manhã, a chuva atingiu o noroeste e o sul. Em algumas cidades, conforme o Simepar, o volume de chuva já foi significativo. São elas: Assis Chateaubriand, Guaíra e Foz do Iguaçu – que ficam no oeste – e Umuarama, na região noroeste. O deslocamento da chuva, associada com uma frente fria, percorre o Paraná do oeste para o leste, conforme o Simepar. Véspera de feriado é marcada por mudança no tempo Riscos potenciais Os riscos potenciais, de acordo com o INMET, são de ventos intensos – entre 60 km/h e 100 km/h – e queda de granizo, além de chuva forte. Devido à força da tempestade, segundo o INMET, há possibilidade de corte de energia elétrica, estragos em plantações, queda de árvores e de alagamentos. Confira as instruções do INMET: Em caso de rajadas de vento: não se abrigue debaixo de árvores, pois há risco de queda e descargas elétricas, e não estacione veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda; Desligue aparelhos elétricos e quadro geral de energia; Se preciso, acione a Defesa Civil (telefone 199) ou o Corpo de Bombeiros (telefone 193). Veja mais notícias do estado no G1 Paraná.
Paraná tem aviso de tempestade para esta quarta-feira (14); alerta é do INMET

Alerta vale até a 0h de quinta-feira (15). Amanhecer, em Curitiba, foi colorido nesta quarta-feira (14) Thais Kaniak/G1 Há aviso de tempestade em praticamente todo o Paraná para esta quarta-feira (14), de acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (INMET). O alerta do INMET vale até a 0h de quinta-feira (15) e também abrange os estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Veja a previsão do tempo na sua cidade Segundo o Sistema Meteorológico do Paraná (Simepar), começou a chover no estado durante a madrugada na região oeste. Pela manhã, a chuva atingiu o noroeste e o sul. Em algumas cidades, conforme o Simepar, o volume de chuva já foi significativo. São elas: Assis Chateaubriand, Guaíra e Foz do Iguaçu – que ficam no oeste – e Umuarama, na região noroeste. O deslocamento da chuva, associada com uma frente fria, percorre o Paraná do oeste para o leste, conforme o Simepar. Véspera de feriado é marcada por mudança no tempo Riscos potenciais Os riscos potenciais, de acordo com o INMET, são de ventos intensos – entre 60 km/h e 100 km/h – e queda de granizo, além de chuva forte. Devido à força da tempestade, segundo o INMET, há possibilidade de corte de energia elétrica, estragos em plantações, queda de árvores e de alagamentos. Confira as instruções do INMET: Em caso de rajadas de vento: não se abrigue debaixo de árvores, pois há risco de queda e descargas elétricas, e não estacione veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda; Desligue aparelhos elétricos e quadro geral de energia; Se preciso, acione a Defesa Civil (telefone 199) ou o Corpo de Bombeiros (telefone 193). Veja mais notícias do estado no G1 Paraná.




Testemunha contou a polícia que ouviu Edison Brittes falar 'meu Deus do céu, o que você está fazendo aqui? Você tá com a minha mulher, você tá louco' enquanto agredia Daniel Testemunha disse que precisou pular o portão da casa da família Brittes porque a entrada estava fechada quando Daniel começou a ser agredido. Reprodução/RPC Uma testemunha ouvida na terça-feira (13) pela Polícia Civil de São José dos Pinhais disse que pulou o portão da casa da família Brittes para fugir quando notou que "algo mais grave" poderia acontecer depois que o empresário Edison Brittes Júnior começou a agredir o jogador Daniel. Daniel Correa Freitas, de 24 anos, foi encontrado morto, com o órgão sexual decepado, no dia 27 de outubro, perto de uma estrada rural na Colônia Mergulhão, em São José dos Pinhais, depois de ser espancado em uma festa na casa de Edison Brittes. Segundo a testemunha, que conheceu Allana, Cristiana e Edison Brittes naquela noite, na festa que aconteceu em um bar de Curitiba, ele já estava de partida da casa quando viu Edison Brittes entrar no quarto onde estava Cristiana. Em depoimento à polícia, Edison Brittes confirmou que espancou e matou Daniel. O empresário alega que fez isso porque o jogador tentou estuprar a esposa dele, Cristiana Brittes. A sequência dos fatos e o que ainda não está claro sobre o crime. No depoimento à polícia, a testemunha disse que ouviu Edison Brittes falar "meu Deus do céu, o que você está fazendo aqui? Você tá com a minha mulher, você tá louco". Edson Brittes Júnior diz que perdeu o controle ao agredir jogador Daniel Reprodução/RPC A testemunha disse que foi até o quarto e viu Edison segurando Daniel pelo pescoço. Neste momento, disse em depoimento, que notou que "poderia acontecer algo mais grave", e decidiu fugir da casa. Ela afirmou que a entrada da casa estava trancada e que precisou pular o portão para ir embora. A testemunha disse à polícia que saiu andando da casa, e que viu um veículo semelhante ao carro da família Brittes passando em alta velocidade cerca de meia hora depois do início das agressões ao jogador Daniel. Ela relatou, no entanto, que não conseguiu ver quem estava dentro do carro. Segundo a polícia, apenas uma pessoa que estava na casa no momento em que Daniel foi agredido ainda não foi ouvida pelo delegado de São José dos Pinhais, Amadeu Trevistan. Seis pessoas estão presas temporariamente suspeitas de participação no crime. Mais sobre o depoimento A testemunha disse que não conhecia a aniversariante e que foi à festa de aniversário convidada por um amigo em comum de Allana Brittes. No depoimento, disse que só viu Edison Brittes uma vez na festa que acontecia em um bar de Curitiba, e que não viu nem Daniel, nem Cristiana. Às 6h de sábado (27), a testemunha disse que algumas pessoas seguiram para a casa da família Brittes, onde a comemoração do aniversário continuaria. Por volta das 8h, a testemunha contou que Edison Júnior saiu da garagem para buscar algo no interior da casa e, pouco tempo depois, viu o empresário pular a janela do quarto onde estava Cristiana. No depoimento, a testemunha disse não acreditar que Cristiana gritou pedindo socorro. "Caso ela tivesse chamado por socorro, teria ouvido, já que não estava longe do local", disse à polícia. Cristiana disse em seu depoimento que pediu socorro quando acordou com Daniel deitado em sua cama. Outras testemunhas que estavam na casa também disseram à polícia que não ouviram a mulher de Edison pedir ajuda ao acordar. O advogado da família Brittes, Cláudio Dalledone, falou, nesta terça-feira (13), sobre as contradições entre os depoimentos dos seus clientes e os das testemunhas. "A divergência está crescendo por conta desse protagonismo que algumas ditas testemunhas ou partícipes de tudo o que ocorreu estão fazendo quando atendem à orientação dos advogados. São fatos que merecem ser investigados, exauridos por uma acareação, inclusive o Edison participando dela", afirmou. Família Brittes e mais três suspeitos estão presos temporariamente Reprodução/Facebook Outros depoimentos Até o momento, 14 pessoas foram ouvidas. Testemunhas disseram que Daniel foi agredido por Edison Brittes, Eduardo da Silva, Ygor King e David Willian ainda dentro do quarto de Cristiana. As pessoas ouvidas pela polícia contaram também que os quatro saíram de carro da casa na manhã de sábado com Daniel. De acordo com o advogado de Eduardo da Silva, Edson Stadler, o cliente disse, em interrogatório, que Edison Brittes saiu de casa na manhã do crime com o objetivo de "castrar" o jogador e abandoná-lo na rua. David da Silva disse, também em depoimento, que Edison Brittes mudou de ideia e decidiu matar Daniel Correa depois de ver algo no celular dele. Antes de morrer, o jogador chegou a mandar para um amigo uma foto deitado na cama ao lado de Cristiana, que estava, aparentemente, dormindo. Daniel trocou mensagens com amigo momentos antes do crime Reprodução/RPC A família de Daniel A tia e a prima do jogador também foram ouvidas. No depoimento, a tia disse que Allana Brittes trocou mensagens via WhatsApp com a mãe do jogador e se prontificou a ajudar. Questionada pela família onde estaria Daniel Correa, Allana Brittes respondeu que não sabia dele, que não houve briga na casa dela e que o jogador foi embora, sozinho, por volta das 8h da manhã de sábado. “Ele só deu tchau, levantou e foi embora”, dizia a mensagem. Suspeita troca mensagens com a família do jogador Daniel um dia após o crime Reprodução Dois dias depois do crime, Edison Brittes ligou para dar os pêsames à mãe do jogador, segundo o advogado de defesa da família do jogador. Quando soube que Edison Brittes confessou o crime e a versão da família Brittes, a mãe disse que eles "são monstruosos". Daniel Daniel Correa Freitas nasceu em Juiz de Fora (MG), e jogou pelo Coritiba, em 2017. Ele estava emprestado pelo São Paulo ao São Bento, equipe que disputa a Série B do Campeonato Brasileiro. O jogador foi revelado pelo Cruzeiro e também jogou pelo Botafogo e pela Ponte Preta. Initial plugin text Veja mais notícias do estado no G1 Paraná.
Caso Daniel: Testemunha diz que pulou portão para fugir da casa da família Brittes quando notou que 'algo mais grave' poderia acontecer

Testemunha contou a polícia que ouviu Edison Brittes falar 'meu Deus do céu, o que você está fazendo aqui? Você tá com a minha mulher, você tá louco' enquanto agredia Daniel Testemunha disse que precisou pular o portão da casa da família Brittes porque a entrada estava fechada quando Daniel começou a ser agredido. Reprodução/RPC Uma testemunha ouvida na terça-feira (13) pela Polícia Civil de São José dos Pinhais disse que pulou o portão da casa da família Brittes para fugir quando notou que "algo mais grave" poderia acontecer depois que o empresário Edison Brittes Júnior começou a agredir o jogador Daniel. Daniel Correa Freitas, de 24 anos, foi encontrado morto, com o órgão sexual decepado, no dia 27 de outubro, perto de uma estrada rural na Colônia Mergulhão, em São José dos Pinhais, depois de ser espancado em uma festa na casa de Edison Brittes. Segundo a testemunha, que conheceu Allana, Cristiana e Edison Brittes naquela noite, na festa que aconteceu em um bar de Curitiba, ele já estava de partida da casa quando viu Edison Brittes entrar no quarto onde estava Cristiana. Em depoimento à polícia, Edison Brittes confirmou que espancou e matou Daniel. O empresário alega que fez isso porque o jogador tentou estuprar a esposa dele, Cristiana Brittes. A sequência dos fatos e o que ainda não está claro sobre o crime. No depoimento à polícia, a testemunha disse que ouviu Edison Brittes falar "meu Deus do céu, o que você está fazendo aqui? Você tá com a minha mulher, você tá louco". Edson Brittes Júnior diz que perdeu o controle ao agredir jogador Daniel Reprodução/RPC A testemunha disse que foi até o quarto e viu Edison segurando Daniel pelo pescoço. Neste momento, disse em depoimento, que notou que "poderia acontecer algo mais grave", e decidiu fugir da casa. Ela afirmou que a entrada da casa estava trancada e que precisou pular o portão para ir embora. A testemunha disse à polícia que saiu andando da casa, e que viu um veículo semelhante ao carro da família Brittes passando em alta velocidade cerca de meia hora depois do início das agressões ao jogador Daniel. Ela relatou, no entanto, que não conseguiu ver quem estava dentro do carro. Segundo a polícia, apenas uma pessoa que estava na casa no momento em que Daniel foi agredido ainda não foi ouvida pelo delegado de São José dos Pinhais, Amadeu Trevistan. Seis pessoas estão presas temporariamente suspeitas de participação no crime. Mais sobre o depoimento A testemunha disse que não conhecia a aniversariante e que foi à festa de aniversário convidada por um amigo em comum de Allana Brittes. No depoimento, disse que só viu Edison Brittes uma vez na festa que acontecia em um bar de Curitiba, e que não viu nem Daniel, nem Cristiana. Às 6h de sábado (27), a testemunha disse que algumas pessoas seguiram para a casa da família Brittes, onde a comemoração do aniversário continuaria. Por volta das 8h, a testemunha contou que Edison Júnior saiu da garagem para buscar algo no interior da casa e, pouco tempo depois, viu o empresário pular a janela do quarto onde estava Cristiana. No depoimento, a testemunha disse não acreditar que Cristiana gritou pedindo socorro. "Caso ela tivesse chamado por socorro, teria ouvido, já que não estava longe do local", disse à polícia. Cristiana disse em seu depoimento que pediu socorro quando acordou com Daniel deitado em sua cama. Outras testemunhas que estavam na casa também disseram à polícia que não ouviram a mulher de Edison pedir ajuda ao acordar. O advogado da família Brittes, Cláudio Dalledone, falou, nesta terça-feira (13), sobre as contradições entre os depoimentos dos seus clientes e os das testemunhas. "A divergência está crescendo por conta desse protagonismo que algumas ditas testemunhas ou partícipes de tudo o que ocorreu estão fazendo quando atendem à orientação dos advogados. São fatos que merecem ser investigados, exauridos por uma acareação, inclusive o Edison participando dela", afirmou. Família Brittes e mais três suspeitos estão presos temporariamente Reprodução/Facebook Outros depoimentos Até o momento, 14 pessoas foram ouvidas. Testemunhas disseram que Daniel foi agredido por Edison Brittes, Eduardo da Silva, Ygor King e David Willian ainda dentro do quarto de Cristiana. As pessoas ouvidas pela polícia contaram também que os quatro saíram de carro da casa na manhã de sábado com Daniel. De acordo com o advogado de Eduardo da Silva, Edson Stadler, o cliente disse, em interrogatório, que Edison Brittes saiu de casa na manhã do crime com o objetivo de "castrar" o jogador e abandoná-lo na rua. David da Silva disse, também em depoimento, que Edison Brittes mudou de ideia e decidiu matar Daniel Correa depois de ver algo no celular dele. Antes de morrer, o jogador chegou a mandar para um amigo uma foto deitado na cama ao lado de Cristiana, que estava, aparentemente, dormindo. Daniel trocou mensagens com amigo momentos antes do crime Reprodução/RPC A família de Daniel A tia e a prima do jogador também foram ouvidas. No depoimento, a tia disse que Allana Brittes trocou mensagens via WhatsApp com a mãe do jogador e se prontificou a ajudar. Questionada pela família onde estaria Daniel Correa, Allana Brittes respondeu que não sabia dele, que não houve briga na casa dela e que o jogador foi embora, sozinho, por volta das 8h da manhã de sábado. “Ele só deu tchau, levantou e foi embora”, dizia a mensagem. Suspeita troca mensagens com a família do jogador Daniel um dia após o crime Reprodução Dois dias depois do crime, Edison Brittes ligou para dar os pêsames à mãe do jogador, segundo o advogado de defesa da família do jogador. Quando soube que Edison Brittes confessou o crime e a versão da família Brittes, a mãe disse que eles "são monstruosos". Daniel Daniel Correa Freitas nasceu em Juiz de Fora (MG), e jogou pelo Coritiba, em 2017. Ele estava emprestado pelo São Paulo ao São Bento, equipe que disputa a Série B do Campeonato Brasileiro. O jogador foi revelado pelo Cruzeiro e também jogou pelo Botafogo e pela Ponte Preta. Initial plugin text Veja mais notícias do estado no G1 Paraná.




Namorada contou que Eduardo da Silva relatou a ela que 'Júnior [Edison Brittes] ficou louco e passou a faca no cara [Daniel Correa]'. Namorada de suspeito de participar do crime diz que ele voltou 'estranho e assustado' à casa dos Brittes A namorada de Eduardo Henrique da Silva, um dos seis presos por envolvimento na morte de Daniel Correa, de 24 anos, disse que ele estava "estranho e assustado" quando voltou para a casa da família Brittes depois do assassinato do jogador. A adolescente, de 17 anos, que é parente da família Brittes e mora em Foz do Iguaçu, no oeste do estado, prestou depoimento ao delegado Amadeu Trevisan na terça-feira (13), em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, onde o crime ocorreu. A sequência dos fatos e o que ainda não está claro sobre o crime Daniel Correa, de 14 anos, foi morto em 27 de outubro, em São José dos Pinhais, na Região de Curitiba Rubens Chiri/saopaulofc.net Daniel Correa Freitas, de 24 anos, foi encontrado morto, com o órgão sexual decepado, no dia 27 de outubro, perto de uma estrada rural na Colônia Mergulhão, em São José dos Pinhais. Segundo a polícia, o crime aconteceu depois de uma festa em comemoração ao aniversário de 18 anos da filha do principal suspeito do crime, Edison Brittes, de 38 anos. Ele confessou ter matado Daniel Correa. Ele afirmou que cometeu o crime porque o jogador tentou estuprar a mulher dele, Cristiana Brittes, de 35 anos. A família Brittes está presa e deve ser indiciada por homicídio qualificado e coação de testemunhas. O delegado responsável pelo caso, Amadeu Trevisan, disse que não houve tentativa de estupro e que a família Brittes está mentindo. A defesa da família do jogador nega a tentativa de estupro. Corpo de Daniel Correa foi encontrado em mata próxima a uma estrada rural de São José dos Pinhais Reprodução/RPC Mais sobre o depoimento A adolescente disse à polícia que namora Eduardo da Silva, de 19 anos, há cinco anos e que eles viajaram de Foz do Iguaçu para São José dos Pinhais especialmente para o aniversário de 18 anos de Allana Brittes. Contou, ainda, que a festa na Shed - casa noturna de Curitiba onde a comemeração aconteceu - foi "extremamente divertida" e que ela não se lembra da presença de Daniel Correa lá e nem na casa da família Brittes, onde a celebração continuou depois. Vídeos gravados horas antes do assassinato mostram o jogador na festa. Vídeos mostram jogador Daniel Correa na festa de Allana Brittes, em Curitiba Reprodução/RPC A testemunha contou que ela e o namorado ficaram pouco tempo com os demais porque foram dormir e que Cristiana Brittes estava "bem mal, embriagada". Um tempo depois, quando ela já estava dormindo com Eduardo da Silva em um quarto na parte superior da casa, a adolescente relatou que Cristiana Brittes entrou no cômodo chorando e dizendo que era para o namorado dela descer "para ajudar o menino [Daniel Correa]". A namorada de Eduardo Silva falou que, quando desceu, viu, além do namorado, Ygor King e David Willian da Silva, de 19 e 18 anos, "saindo em um bolo com um outro rapaz no meio, o qual era agredido pelos demais". Os três estão presos por envolvimento no crime. Eduardo Henrique da Silva, namorado da testemunha, foi preso em Foz do Iguaçu, na região oeste Raphaela Potter/RPC Foz do Iguaçu Ao delegado, a testemunha afirmou que, ao ver a situação, ficou pensando no "porquê aquele piá [menino] estava apanhando". A adolescente disse que "em nenhum momento ouviu Cristiana chamar por socorro" e que todos os outros convidados "estavam em choque". Ela falou também que perguntou para Allana Brittes quem estava apanhando e que a filha de Edison Brittes respondeu que era Daniel Correa. Quando saiu da casa, a testemunha disse que viu o jogador "caído no chão, sangrando no rosto, sem movimento, sem dizer nada e com o rosto virado para o chão". Contou, ainda, que ouviu Edison Brittes dizendo que iria "capar o menino" porque Cristiana Brittes tinha dito que o jogador tinha passado a mão nela e que o marido tinha ficado "furioso". Ainda segundo a namorada de Eduardo da Silva, Cristiana Brittes "clamava" para que Edison Brittes não fizesse "nada de ruim" com o jogador. A adolescente disse que não viu o momento em que a faca do crime foi pega. A testemunha relatou que viu Edison Brittes, Eduardo da Silva, Ygor King e David Willian da Silva colocando Daniel Correa no porta-malas e que, depois, não viu mais o que aconteceu e que o grupo voltou duas horas depois. Ygor King e David Willian Villeroy da Silva (ao centro), no momento em que chegam para se apresentar à polícia em São José dos Pinhais, na Região de Curitiba Helen Anacleto/RPC No depoimento, ela também falou que Edison Brittes retornou com roupas diferentes. A testemunha afirmou que logo perguntou o que tinha acontecido e ele respondeu que Edison Brittes tinha matado Daniel Correa: "Júnior ficou louco e passou a faca no cara". A adolescente contou que Eduardo da Silva disse a ela que ele e os outros suspeitos não puderam fazer nada e eles "não queriam matar, só machucar". No fim da tarde, ainda conforme a namorada de Eduardo da Silva, na tarde do mesmo dia, Edison Brittes reuniu os convidados e disse a eles, em tom ameaçador, que "de jeito nenhum poderiam contar o que aconteceu e que, se ninguém contasse, ninguém saberia". Depois disso, a testemunha falou que voltou para Foz do Iguaçu com o namorado e que, depois, não teve mais contato com a família Brittes, sabendo da prisão deles pela imprensa. Namorada de Eduardo da Silva, de 17 anos, chega para prestar depoimento em São José dos Pinhais, na Região de Curitiba Reprodução/RPC Limpeza Perguntada sobre a limpeza da casa, a adolescente disse que "pegou uma mangueira e jogou água em uma sujeira de sangue que estava na calçada" e que os demais ajudaram na limpeza. Na segunda-feira (12), a jovem de 19 anos que se relacionou com Daniel Correa no aniversário de Allana Brittes disse à Polícia Civil que Edison Brittes Júnior "ordenou" que ela e outros convidados limpassem as manchas de sangue que ficaram pela casa depois das agressões. [...] Relatando que inclusive o colchão do casal foi cortado na parte em que havia sangue - o tecido da parte de cima, sendo que este pedaço foi queimado junto com os documentos do Daniel", diz trecho do depoimento. Uma terceira testemunha, que também já foi ouvida pela polícia, disse que pulou o portão da casa da família Brittes para fugir quando notou que "algo mais grave" poderia acontecer. A casa da família Brittes, em São José dos Pinhais, na Região de Curitiba Reprodução/RPC Outros depoimentos Até o momento, pelo menos 14 pessoas foram ouvidas. De acordo com o advogado de Eduardo da Silva, Edson Stadler, o cliente disse, em interrogatório, que Edison Brittes saiu de casa na manhã do crime com o objetivo de "castrar" o jogador e abandoná-lo na rua. David da Silva disse, também em depoimento, que Edison Brittes mudou de ideia e decidiu matar Daniel Correa depois de ver algo no celular dele. Antes de morrer, o jogador chegou a mandar para um amigo uma foto deitado na cama ao lado de Cristiana, que estava, aparentemente, dormindo. Daniel Correa trocou mensagens com amigo momentos antes do crime - ele mandou uma foto ao lado de Cristiana Brittes Reprodução/RPC O delegado também já ouviu Ygor e a família Brittes. Em depoimento, Cristiana Brittes disse que acordou com o jogador deitado em cima dela, e disse que começou a gritar assustada. Cristiana disse ainda que o jogador estava "excitado", "trajando apenas cueca" e que passava a mão pelo corpo dela. A mulher de Edison Brittes afirmou também que, enquanto ela gritava, o jogador dizia: "Calma, é o Daniel". Allana Brittes relatou que, depois de ouvir gritos, foi ao quarto do casal e encontrou o pai segurando Daniel Correa pelo pescoço, "como se o enforcasse". A mãe, segundo Allana Brittes, já não estava mais no quarto porque tinha ido procurar ajuda. Logo depois, ao encontrá-la, a filha revelou à polícia que Cristiana Brittes disse que o jogador tentou estuprá-la. Mãe e filha estão presas na Penitenciária Feminina de Piraquara, na Região de Curitiba. Já Edison Brittes preferiu ficar em silêncio no interrogatório quando foi questionado sobre como o jogador foi morto, mas assumiu toda a autoria do crime. Ele está preso no Centro de Triagem 1 da Polícia Civil, em Curitiba. Edison Luiz Brittes Júnior, suspeito de matar o jogador Daniel Reprodução/ RPC Curitiba A polícia apreendeu na casa dele uma moto que está no nome de um traficante preso pela Polícia Federal (PF). A família de Daniel A tia e a prima do jogador também foram ouvidas. No depoimento, a tia disse que Allana Brittes trocou mensagens via WhatsApp com a mãe do jogador e se prontificou a ajudar. Questionada pela família onde estaria Daniel Correa, Allana Brittes respondeu que não sabia dele, que não houve briga na casa dela e que o jogador foi embora, sozinho, por volta das 8h da manhã de sábado. “Ele só deu tchau, levantou e foi embora”, dizia a mensagem. Suspeita troca mensagens com a família do jogador Daniel um dia após o crime Reprodução Dois dias depois do crime, Edison Brittes ligou para dar os pêsames à mãe do jogador, segundo o advogado de defesa da família do jogador. Quando soube que Edison Brittes confessou o crime e a versão da família Brittes, a mãe disse que eles "são monstruosos". Segundo a polícia, ele usou um celular que pertence a um homem assassinado em 2016 para fazer essa ligação. Contradições O advogado da família Brittes, Cláudio Dalledone, falou, nesta terça-feira (13), sobre as contradições entre os depoimentos dos seus clientes e os das testemunhas. "A divergência está crescendo por conta desse protagonismo que algumas ditas testemunhas ou partícipes de tudo o que ocorreu estão fazendo quando atendem à orientação dos advogados. São fatos que merecem ser investigados, exauridos por uma acareação, inclusive o Edison participando dela", afirmou. Empresário Edison Júnior, de 38 anos, a esposa dele Cristiana Brittes, de 35 anos, e a filha do casal Allana Brittes, de 18 anos, estão presos Reprodução/TV Globo Daniel Daniel Correa Freitas nasceu em Juiz de Fora (MG), e jogou pelo Coritiba, em 2017. Ele estava emprestado pelo São Paulo ao São Bento, equipe que disputa a Série B do Campeonato Brasileiro. O jogador foi revelado pelo Cruzeiro e também jogou pelo Botafogo e pela Ponte Preta. O corpo dele foi velado e enterrado em Conselheiro Lafaiete (MG), cidade onde mora a família. Veja mais notícias do estado no G1 Paraná. Initial plugin text
Caso Daniel: Namorada de suspeito de participar do crime diz que ele voltou 'estranho e assustado' à casa dos Brittes

Namorada contou que Eduardo da Silva relatou a ela que 'Júnior [Edison Brittes] ficou louco e passou a faca no cara [Daniel Correa]'. Namorada de suspeito de participar do crime diz que ele voltou 'estranho e assustado' à casa dos Brittes A namorada de Eduardo Henrique da Silva, um dos seis presos por envolvimento na morte de Daniel Correa, de 24 anos, disse que ele estava "estranho e assustado" quando voltou para a casa da família Brittes depois do assassinato do jogador. A adolescente, de 17 anos, que é parente da família Brittes e mora em Foz do Iguaçu, no oeste do estado, prestou depoimento ao delegado Amadeu Trevisan na terça-feira (13), em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, onde o crime ocorreu. A sequência dos fatos e o que ainda não está claro sobre o crime Daniel Correa, de 14 anos, foi morto em 27 de outubro, em São José dos Pinhais, na Região de Curitiba Rubens Chiri/saopaulofc.net Daniel Correa Freitas, de 24 anos, foi encontrado morto, com o órgão sexual decepado, no dia 27 de outubro, perto de uma estrada rural na Colônia Mergulhão, em São José dos Pinhais. Segundo a polícia, o crime aconteceu depois de uma festa em comemoração ao aniversário de 18 anos da filha do principal suspeito do crime, Edison Brittes, de 38 anos. Ele confessou ter matado Daniel Correa. Ele afirmou que cometeu o crime porque o jogador tentou estuprar a mulher dele, Cristiana Brittes, de 35 anos. A família Brittes está presa e deve ser indiciada por homicídio qualificado e coação de testemunhas. O delegado responsável pelo caso, Amadeu Trevisan, disse que não houve tentativa de estupro e que a família Brittes está mentindo. A defesa da família do jogador nega a tentativa de estupro. Corpo de Daniel Correa foi encontrado em mata próxima a uma estrada rural de São José dos Pinhais Reprodução/RPC Mais sobre o depoimento A adolescente disse à polícia que namora Eduardo da Silva, de 19 anos, há cinco anos e que eles viajaram de Foz do Iguaçu para São José dos Pinhais especialmente para o aniversário de 18 anos de Allana Brittes. Contou, ainda, que a festa na Shed - casa noturna de Curitiba onde a comemeração aconteceu - foi "extremamente divertida" e que ela não se lembra da presença de Daniel Correa lá e nem na casa da família Brittes, onde a celebração continuou depois. Vídeos gravados horas antes do assassinato mostram o jogador na festa. Vídeos mostram jogador Daniel Correa na festa de Allana Brittes, em Curitiba Reprodução/RPC A testemunha contou que ela e o namorado ficaram pouco tempo com os demais porque foram dormir e que Cristiana Brittes estava "bem mal, embriagada". Um tempo depois, quando ela já estava dormindo com Eduardo da Silva em um quarto na parte superior da casa, a adolescente relatou que Cristiana Brittes entrou no cômodo chorando e dizendo que era para o namorado dela descer "para ajudar o menino [Daniel Correa]". A namorada de Eduardo Silva falou que, quando desceu, viu, além do namorado, Ygor King e David Willian da Silva, de 19 e 18 anos, "saindo em um bolo com um outro rapaz no meio, o qual era agredido pelos demais". Os três estão presos por envolvimento no crime. Eduardo Henrique da Silva, namorado da testemunha, foi preso em Foz do Iguaçu, na região oeste Raphaela Potter/RPC Foz do Iguaçu Ao delegado, a testemunha afirmou que, ao ver a situação, ficou pensando no "porquê aquele piá [menino] estava apanhando". A adolescente disse que "em nenhum momento ouviu Cristiana chamar por socorro" e que todos os outros convidados "estavam em choque". Ela falou também que perguntou para Allana Brittes quem estava apanhando e que a filha de Edison Brittes respondeu que era Daniel Correa. Quando saiu da casa, a testemunha disse que viu o jogador "caído no chão, sangrando no rosto, sem movimento, sem dizer nada e com o rosto virado para o chão". Contou, ainda, que ouviu Edison Brittes dizendo que iria "capar o menino" porque Cristiana Brittes tinha dito que o jogador tinha passado a mão nela e que o marido tinha ficado "furioso". Ainda segundo a namorada de Eduardo da Silva, Cristiana Brittes "clamava" para que Edison Brittes não fizesse "nada de ruim" com o jogador. A adolescente disse que não viu o momento em que a faca do crime foi pega. A testemunha relatou que viu Edison Brittes, Eduardo da Silva, Ygor King e David Willian da Silva colocando Daniel Correa no porta-malas e que, depois, não viu mais o que aconteceu e que o grupo voltou duas horas depois. Ygor King e David Willian Villeroy da Silva (ao centro), no momento em que chegam para se apresentar à polícia em São José dos Pinhais, na Região de Curitiba Helen Anacleto/RPC No depoimento, ela também falou que Edison Brittes retornou com roupas diferentes. A testemunha afirmou que logo perguntou o que tinha acontecido e ele respondeu que Edison Brittes tinha matado Daniel Correa: "Júnior ficou louco e passou a faca no cara". A adolescente contou que Eduardo da Silva disse a ela que ele e os outros suspeitos não puderam fazer nada e eles "não queriam matar, só machucar". No fim da tarde, ainda conforme a namorada de Eduardo da Silva, na tarde do mesmo dia, Edison Brittes reuniu os convidados e disse a eles, em tom ameaçador, que "de jeito nenhum poderiam contar o que aconteceu e que, se ninguém contasse, ninguém saberia". Depois disso, a testemunha falou que voltou para Foz do Iguaçu com o namorado e que, depois, não teve mais contato com a família Brittes, sabendo da prisão deles pela imprensa. Namorada de Eduardo da Silva, de 17 anos, chega para prestar depoimento em São José dos Pinhais, na Região de Curitiba Reprodução/RPC Limpeza Perguntada sobre a limpeza da casa, a adolescente disse que "pegou uma mangueira e jogou água em uma sujeira de sangue que estava na calçada" e que os demais ajudaram na limpeza. Na segunda-feira (12), a jovem de 19 anos que se relacionou com Daniel Correa no aniversário de Allana Brittes disse à Polícia Civil que Edison Brittes Júnior "ordenou" que ela e outros convidados limpassem as manchas de sangue que ficaram pela casa depois das agressões. [...] Relatando que inclusive o colchão do casal foi cortado na parte em que havia sangue - o tecido da parte de cima, sendo que este pedaço foi queimado junto com os documentos do Daniel", diz trecho do depoimento. Uma terceira testemunha, que também já foi ouvida pela polícia, disse que pulou o portão da casa da família Brittes para fugir quando notou que "algo mais grave" poderia acontecer. A casa da família Brittes, em São José dos Pinhais, na Região de Curitiba Reprodução/RPC Outros depoimentos Até o momento, pelo menos 14 pessoas foram ouvidas. De acordo com o advogado de Eduardo da Silva, Edson Stadler, o cliente disse, em interrogatório, que Edison Brittes saiu de casa na manhã do crime com o objetivo de "castrar" o jogador e abandoná-lo na rua. David da Silva disse, também em depoimento, que Edison Brittes mudou de ideia e decidiu matar Daniel Correa depois de ver algo no celular dele. Antes de morrer, o jogador chegou a mandar para um amigo uma foto deitado na cama ao lado de Cristiana, que estava, aparentemente, dormindo. Daniel Correa trocou mensagens com amigo momentos antes do crime - ele mandou uma foto ao lado de Cristiana Brittes Reprodução/RPC O delegado também já ouviu Ygor e a família Brittes. Em depoimento, Cristiana Brittes disse que acordou com o jogador deitado em cima dela, e disse que começou a gritar assustada. Cristiana disse ainda que o jogador estava "excitado", "trajando apenas cueca" e que passava a mão pelo corpo dela. A mulher de Edison Brittes afirmou também que, enquanto ela gritava, o jogador dizia: "Calma, é o Daniel". Allana Brittes relatou que, depois de ouvir gritos, foi ao quarto do casal e encontrou o pai segurando Daniel Correa pelo pescoço, "como se o enforcasse". A mãe, segundo Allana Brittes, já não estava mais no quarto porque tinha ido procurar ajuda. Logo depois, ao encontrá-la, a filha revelou à polícia que Cristiana Brittes disse que o jogador tentou estuprá-la. Mãe e filha estão presas na Penitenciária Feminina de Piraquara, na Região de Curitiba. Já Edison Brittes preferiu ficar em silêncio no interrogatório quando foi questionado sobre como o jogador foi morto, mas assumiu toda a autoria do crime. Ele está preso no Centro de Triagem 1 da Polícia Civil, em Curitiba. Edison Luiz Brittes Júnior, suspeito de matar o jogador Daniel Reprodução/ RPC Curitiba A polícia apreendeu na casa dele uma moto que está no nome de um traficante preso pela Polícia Federal (PF). A família de Daniel A tia e a prima do jogador também foram ouvidas. No depoimento, a tia disse que Allana Brittes trocou mensagens via WhatsApp com a mãe do jogador e se prontificou a ajudar. Questionada pela família onde estaria Daniel Correa, Allana Brittes respondeu que não sabia dele, que não houve briga na casa dela e que o jogador foi embora, sozinho, por volta das 8h da manhã de sábado. “Ele só deu tchau, levantou e foi embora”, dizia a mensagem. Suspeita troca mensagens com a família do jogador Daniel um dia após o crime Reprodução Dois dias depois do crime, Edison Brittes ligou para dar os pêsames à mãe do jogador, segundo o advogado de defesa da família do jogador. Quando soube que Edison Brittes confessou o crime e a versão da família Brittes, a mãe disse que eles "são monstruosos". Segundo a polícia, ele usou um celular que pertence a um homem assassinado em 2016 para fazer essa ligação. Contradições O advogado da família Brittes, Cláudio Dalledone, falou, nesta terça-feira (13), sobre as contradições entre os depoimentos dos seus clientes e os das testemunhas. "A divergência está crescendo por conta desse protagonismo que algumas ditas testemunhas ou partícipes de tudo o que ocorreu estão fazendo quando atendem à orientação dos advogados. São fatos que merecem ser investigados, exauridos por uma acareação, inclusive o Edison participando dela", afirmou. Empresário Edison Júnior, de 38 anos, a esposa dele Cristiana Brittes, de 35 anos, e a filha do casal Allana Brittes, de 18 anos, estão presos Reprodução/TV Globo Daniel Daniel Correa Freitas nasceu em Juiz de Fora (MG), e jogou pelo Coritiba, em 2017. Ele estava emprestado pelo São Paulo ao São Bento, equipe que disputa a Série B do Campeonato Brasileiro. O jogador foi revelado pelo Cruzeiro e também jogou pelo Botafogo e pela Ponte Preta. O corpo dele foi velado e enterrado em Conselheiro Lafaiete (MG), cidade onde mora a família. Veja mais notícias do estado no G1 Paraná. Initial plugin text




Agências bancárias fecham na quinta-feira (15) e atendem normalmente na sexta-feira (16); ônibus circulam no horário de domingo. Não haverá coleta de lixo em Curitiba, na quinta-feira (15), de acordo com a prefeitura Daniel Castellano / SMCS O horário de funcionamento de alguns serviços públicos será alterado em Curitiba nesta quinta-feira (15) e sexta-feira (16) em razão do Feriado da Proclamação da República. Confira: Transporte Público Na quinta-feira, feriado, os ônibus do transporte público seguem tabela de horários de domingo. Já na sexta-feira (16), circulam normalmente como em dias úteis. Coleta de Lixo Segundo a prefeitura, não haverá coleta de lixo domiciliar comum na quinta-feira. A Coleta Seletiva (Lixo que não é Lixo) vai funcionar normalmente nas áreas em que a frequência de recolhimento é de uma vez por semana e apenas às quintas-feiras. A Prefeitura também informa que não haverá troca do Câmbio Verde nem recolhimento de lixo tóxico na quinta-feira. Na sexta, não há alteração nos serviços de limpeza pública. Bancos Agências bancárias de Curitiba não abrem na quinta-feira. Na sexta, atendem normalmente. Mercados Mercados e hipermercados de Curitiba funcionam normalmente na quinta-feira, seguindo os horários de cada rede para os feriados. Na sexta, atendem nos horários de dias úteis. Shoppings Na quinta, shoppings funcionam a partir das 11h, com horário específico de atendimento das lojas e praças de alimentação para cada rede. Na sexta, abrem normalmente seguindo horário de dias úteis. Escolas Escolas, Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs) e Centros Municipais de Atendimento Educacional Especializado (CMAEEs) não funcionam na quinta-feira, feriado, nem na sexta, recesso escolar. As aulas retornam na segunda-feira. Saúde Unidades Básicas de Saúde fecham na quinta e na sexta-feira. Na quinta, funcionam apenas os Centros de Atenção Psicossocial (Caps) III para pacientes acolhidos nos leitos. Na sexta, os Caps abrem normalmente, com exceção do Caps Centro Vida, que estará fechado. Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), o Hospital do Idoso Zilda Arns e a Maternidade Bairro Novo permanecem abertos 24 horas durante todo o feriado. Ruas da Cidadania Núcleos de Administração Regional e serviços das Ruas da Cidadania não funcionam nesta quinta e sexta-feira. Turismo Museu de História Natural do Capão da Imbuia fecha na quinta e sexta-feira e reabre no sábado e no domingo das 9h às 17h. Memorial Árabe permanece fechado durante todo o fim de semana. Jardim Botânico funciona todos os dias das 6h às 19h30. Passeio Público, Zoológico de Curitiba, Bosque João Paulo II, Bosque Alemão, Unilivre, Parque São Lourenço, Ópera de Arame, Parque Tanguá, Parque Tingui, Memorial Ucraniano e Parque Barigui abrem todos os dias do feriado. Linha Turismo irá operar de quinta (15) a domingo (18) com frota extra de domingo. Veja mais notícias do estado em G1 Paraná.
Veja o que abre e o que fecha em Curitiba no Feriado da Proclamação da República

Agências bancárias fecham na quinta-feira (15) e atendem normalmente na sexta-feira (16); ônibus circulam no horário de domingo. Não haverá coleta de lixo em Curitiba, na quinta-feira (15), de acordo com a prefeitura Daniel Castellano / SMCS O horário de funcionamento de alguns serviços públicos será alterado em Curitiba nesta quinta-feira (15) e sexta-feira (16) em razão do Feriado da Proclamação da República. Confira: Transporte Público Na quinta-feira, feriado, os ônibus do transporte público seguem tabela de horários de domingo. Já na sexta-feira (16), circulam normalmente como em dias úteis. Coleta de Lixo Segundo a prefeitura, não haverá coleta de lixo domiciliar comum na quinta-feira. A Coleta Seletiva (Lixo que não é Lixo) vai funcionar normalmente nas áreas em que a frequência de recolhimento é de uma vez por semana e apenas às quintas-feiras. A Prefeitura também informa que não haverá troca do Câmbio Verde nem recolhimento de lixo tóxico na quinta-feira. Na sexta, não há alteração nos serviços de limpeza pública. Bancos Agências bancárias de Curitiba não abrem na quinta-feira. Na sexta, atendem normalmente. Mercados Mercados e hipermercados de Curitiba funcionam normalmente na quinta-feira, seguindo os horários de cada rede para os feriados. Na sexta, atendem nos horários de dias úteis. Shoppings Na quinta, shoppings funcionam a partir das 11h, com horário específico de atendimento das lojas e praças de alimentação para cada rede. Na sexta, abrem normalmente seguindo horário de dias úteis. Escolas Escolas, Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs) e Centros Municipais de Atendimento Educacional Especializado (CMAEEs) não funcionam na quinta-feira, feriado, nem na sexta, recesso escolar. As aulas retornam na segunda-feira. Saúde Unidades Básicas de Saúde fecham na quinta e na sexta-feira. Na quinta, funcionam apenas os Centros de Atenção Psicossocial (Caps) III para pacientes acolhidos nos leitos. Na sexta, os Caps abrem normalmente, com exceção do Caps Centro Vida, que estará fechado. Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), o Hospital do Idoso Zilda Arns e a Maternidade Bairro Novo permanecem abertos 24 horas durante todo o feriado. Ruas da Cidadania Núcleos de Administração Regional e serviços das Ruas da Cidadania não funcionam nesta quinta e sexta-feira. Turismo Museu de História Natural do Capão da Imbuia fecha na quinta e sexta-feira e reabre no sábado e no domingo das 9h às 17h. Memorial Árabe permanece fechado durante todo o fim de semana. Jardim Botânico funciona todos os dias das 6h às 19h30. Passeio Público, Zoológico de Curitiba, Bosque João Paulo II, Bosque Alemão, Unilivre, Parque São Lourenço, Ópera de Arame, Parque Tanguá, Parque Tingui, Memorial Ucraniano e Parque Barigui abrem todos os dias do feriado. Linha Turismo irá operar de quinta (15) a domingo (18) com frota extra de domingo. Veja mais notícias do estado em G1 Paraná.



Vítima contou à Polícia Militar que foi agredida por três rapazes. Situação ocorreu na madrugada desta quarta-feira (14). Uma mulher foi agredida e teve o cabelo raspado em Umuarama, no noroeste do Paraná, na madrugada desta quarta-feira (14). Segundo a Polícia Militar (PM), ela foi agredida por três rapazes após um acidente de trânsito. Um carro atingiu a traseira da moto onde ela e um amigo estavam. Logo depois, duas pessoas, com os rostos cobertos, deixaram o veículo, pegaram a jovem e a obrigaram a entrar no automóvel. O piloto da moto não se feriu. Ele chamou a polícia logo depois. Com a ajuda de uma testemunha, que ouviu gritos de socorros vindo de um carro, a PM encontrou a jovem com escoriações nos braços, pernas, com a cabeça raspada e lesões no rosto em uma rua que dá acesso ao aeroporto. A vítima foi atendida pelo Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu). Ela não conseguiu repassar nenhuma característica dos agressos e os motivos da violência à polícia. Disse apenas que foi agredida e ameaçada de morte por três rapazes. A Polícia Civil está investigando o caso. Veja mais notícias da região no G1 Norte e Noroeste.
Após acidente, mulher é agredida e tem o cabelo raspado em Umuarama
Vítima contou à Polícia Militar que foi agredida por três rapazes. Situação ocorreu na madrugada desta quarta-feira (14). Uma mulher foi agredida e teve o cabelo raspado em Umuarama, no noroeste do Paraná, na madrugada desta quarta-feira (14). Segundo a Polícia Militar (PM), ela foi agredida por três rapazes após um acidente de trânsito. Um carro atingiu a traseira da moto onde ela e um amigo estavam. Logo depois, duas pessoas, com os rostos cobertos, deixaram o veículo, pegaram a jovem e a obrigaram a entrar no automóvel. O piloto da moto não se feriu. Ele chamou a polícia logo depois. Com a ajuda de uma testemunha, que ouviu gritos de socorros vindo de um carro, a PM encontrou a jovem com escoriações nos braços, pernas, com a cabeça raspada e lesões no rosto em uma rua que dá acesso ao aeroporto. A vítima foi atendida pelo Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu). Ela não conseguiu repassar nenhuma característica dos agressos e os motivos da violência à polícia. Disse apenas que foi agredida e ameaçada de morte por três rapazes. A Polícia Civil está investigando o caso. Veja mais notícias da região no G1 Norte e Noroeste.




Em Cascavel, parte das atividades serão suspensas também nesta quarta-feira (14) por conta do aniversário de 67 anos da cidade; na fronteira, alguns atrativos turísticos terão horário ampliado. No Marco das Três Fronteiras, o horário de atendimento será ampliado de quinta a domingo, das 10h às 22h Divulgação Os serviços públicos considerados essenciais, como os atendimentos de urgência e emergência em saúde e os de segurança, serão mantidos sem alterações em Foz do Iguaçu e em Cascavel, no oeste do Paraná, durante o feriado da Proclamação da República, na quinta-feira (15). Em Cascavel, em função do aniversário de 67 anos da cidade, os bancos fecham também nesta quarta-feira (14), mas algumas das atividades do comércio poderão funcionar. Em Foz do Iguaçu, o comércio de rua e os bancos fecham na quinta e reabrem na sexta (16). Expovel traz shows e várias atividades para comemorar o aniversário de Cascavel Confira abaixo o que abre e o que fecha nas duas cidades: Bancos Em Cascavel, os bancos fecham na quarta e na quinta. Em Foz do Iguaçu, os bancos fecham na quinta-feira e reabrem na sexta. Comércio de rua Em Foz do Iguaçu, o comércio de rua também fecha no feriado e retoma o atendimento na sexta. Já em Cascavel, uma liminar da Justiça autoriza alguns comerciantes a abrirem os estabelecimentos nesta quarta-feira. Na quinta, as lojas ficam fechadas. Liminar da Justiça garante abertura do comércio de Cascavel no feriado de aniversário da cidade Shoppings As lojas dos shoppings abrem no horário de domingo nos feriados: das 14h às 20h. As opções de lazer e a praça de alimentação atendem das 11h às 23h. Supermercados O horário de funcionamento dos supermercados depende da rede. Atendimento administrativo Na Prefeitura de Foz do Iguaçu não haverá expediente na quinta-feira. Na sexta, será ponto facultativo nas repartições públicas. O retorno normal do atendimento administrativo será na segunda-feira (19), com das 8h às 12h e das 13h30 às 17h30. Em Cascavel, não haverá expediente administrativo na quarta e na quinta-feira; na sexta, o atendimento será normal. Na Prefeitura de Foz do Iguaçu não haverá expediente na quinta-feira; na sexta, será ponto facultativo nas repartições públicas Prefeitura de Foz do Iguaçu/Divulgação Restaurante popular O Restaurante Popular Albino Zanata, em Cascavel, atende normalmente nesta quarta e na sexta. Fica fechado apenas na quinta. Transporte coletivo Os ônibus circulam com horário de domingo e frota reduzida no feriado. Educação Em Cascavel, não haverá aulas já a partir desta quarta, voltando na segunda. Em Foz do Iguaçu, as aulas na rede municipal de educação serão suspensas a partir de quinta e retomadas na segunda-feira. Conselho Tutelar Os conselhos tutelares de Cascavel atenderão em regime de plantão pelos telefones (45) 99972-0662 (Leste), (45) 98431-6353 (Oeste) e (45) 98813-5799 (Sul). Em Foz do Iguaçu, os conselhos tutelares 1 e 2 atenderão em sistema de escala, 24 horas por dia, pelos telefones: (45) 99921-7576 (Conselho 1) e (45) 99997-4114 (Conselho 2). Saúde Em Foz do Iguaçu, as unidades básicas de saúde (UBSs) fecham na quinta e funcionam normalmente na sexta-feira. A unidade do Profilurb 1, no entanto, funcionará até as 13h. Os atendimentos de urgência e emergência nas unidades de pronto atendimento 24 horas (UPA) serão mantidos normalmente. Em Cascavel, as unidades básicas de saúde (UBSs), de saúde da família (USFs), de saúde mental e unidades especializadas ficam fechadas nesta quarta e na quinta. Na sexta, funcioanam normalmente. Assistência Farmacêutica As farmácias básicas de Cascavel funcionarão em sistema de plantão na quarta e na quinta. Farmácia Básica I: das 13h às 19h Farmácia Básica II: das 7h às 13h Farmácia Básica III: das 13h às 19h Turismo Nos quatro dias de feriado prolongado, as bilheterias do Parque Nacional do Iguaçu abrirão uma hora mais cedo, às 8h, fechando no horário normal, às 17h Divulgação Todos os postos de informação ao turista atenderão durante o feriado. O Posto da Avenida das Cataratas, anexo à Secretaria Municipal de Turismo, funcionará das 8h às 20h. O Posto de Informação da Rodoviária Internacional atenderá das 7h às 18h; o do Terminal de Transporte Urbano (TTU), das 7h30 às 18h, e no Aeroporto Internacional o atendimento segue das 9h às 20h30. No Parque Nacional do Iguaçu, o atendimento aos visitantes será ampliado. Nos quatro dias, as bilheterias abrirão uma hora mais cedo, às 8h, fechando no horário normal, às 17h. No Marco das Três Fronteiras, o horário de atendimento também será ampliado, das 10h às 22h. A roda-gigante também terá horário diferenciado, funcionando todos os dias das 14h às 21h30. No Complexo Turístico de Itaipu haverá mais horários para os principais passeios. Outro atrativo da fronteira com horário especial no feriado é o Foz do Iguaçu Park Show. O Museu de Cera, o Vale dos Dinossauros, as Maravilhas do Mundo e o Dreams Ice Bar (bar de gelo) abrem das 8h às 22h. O Zoológico Municipal de Cascavel abrirá normalmente todos os dias, das 8h às 17h30. Na segunda, fecha para manutenção. Veja mais notícias da região no G1 Oeste e Sudoeste.
Veja o que abre e o que fecha em Foz do Iguaçu e em Cascavel no feriado de 15 de novembro

Em Cascavel, parte das atividades serão suspensas também nesta quarta-feira (14) por conta do aniversário de 67 anos da cidade; na fronteira, alguns atrativos turísticos terão horário ampliado. No Marco das Três Fronteiras, o horário de atendimento será ampliado de quinta a domingo, das 10h às 22h Divulgação Os serviços públicos considerados essenciais, como os atendimentos de urgência e emergência em saúde e os de segurança, serão mantidos sem alterações em Foz do Iguaçu e em Cascavel, no oeste do Paraná, durante o feriado da Proclamação da República, na quinta-feira (15). Em Cascavel, em função do aniversário de 67 anos da cidade, os bancos fecham também nesta quarta-feira (14), mas algumas das atividades do comércio poderão funcionar. Em Foz do Iguaçu, o comércio de rua e os bancos fecham na quinta e reabrem na sexta (16). Expovel traz shows e várias atividades para comemorar o aniversário de Cascavel Confira abaixo o que abre e o que fecha nas duas cidades: Bancos Em Cascavel, os bancos fecham na quarta e na quinta. Em Foz do Iguaçu, os bancos fecham na quinta-feira e reabrem na sexta. Comércio de rua Em Foz do Iguaçu, o comércio de rua também fecha no feriado e retoma o atendimento na sexta. Já em Cascavel, uma liminar da Justiça autoriza alguns comerciantes a abrirem os estabelecimentos nesta quarta-feira. Na quinta, as lojas ficam fechadas. Liminar da Justiça garante abertura do comércio de Cascavel no feriado de aniversário da cidade Shoppings As lojas dos shoppings abrem no horário de domingo nos feriados: das 14h às 20h. As opções de lazer e a praça de alimentação atendem das 11h às 23h. Supermercados O horário de funcionamento dos supermercados depende da rede. Atendimento administrativo Na Prefeitura de Foz do Iguaçu não haverá expediente na quinta-feira. Na sexta, será ponto facultativo nas repartições públicas. O retorno normal do atendimento administrativo será na segunda-feira (19), com das 8h às 12h e das 13h30 às 17h30. Em Cascavel, não haverá expediente administrativo na quarta e na quinta-feira; na sexta, o atendimento será normal. Na Prefeitura de Foz do Iguaçu não haverá expediente na quinta-feira; na sexta, será ponto facultativo nas repartições públicas Prefeitura de Foz do Iguaçu/Divulgação Restaurante popular O Restaurante Popular Albino Zanata, em Cascavel, atende normalmente nesta quarta e na sexta. Fica fechado apenas na quinta. Transporte coletivo Os ônibus circulam com horário de domingo e frota reduzida no feriado. Educação Em Cascavel, não haverá aulas já a partir desta quarta, voltando na segunda. Em Foz do Iguaçu, as aulas na rede municipal de educação serão suspensas a partir de quinta e retomadas na segunda-feira. Conselho Tutelar Os conselhos tutelares de Cascavel atenderão em regime de plantão pelos telefones (45) 99972-0662 (Leste), (45) 98431-6353 (Oeste) e (45) 98813-5799 (Sul). Em Foz do Iguaçu, os conselhos tutelares 1 e 2 atenderão em sistema de escala, 24 horas por dia, pelos telefones: (45) 99921-7576 (Conselho 1) e (45) 99997-4114 (Conselho 2). Saúde Em Foz do Iguaçu, as unidades básicas de saúde (UBSs) fecham na quinta e funcionam normalmente na sexta-feira. A unidade do Profilurb 1, no entanto, funcionará até as 13h. Os atendimentos de urgência e emergência nas unidades de pronto atendimento 24 horas (UPA) serão mantidos normalmente. Em Cascavel, as unidades básicas de saúde (UBSs), de saúde da família (USFs), de saúde mental e unidades especializadas ficam fechadas nesta quarta e na quinta. Na sexta, funcioanam normalmente. Assistência Farmacêutica As farmácias básicas de Cascavel funcionarão em sistema de plantão na quarta e na quinta. Farmácia Básica I: das 13h às 19h Farmácia Básica II: das 7h às 13h Farmácia Básica III: das 13h às 19h Turismo Nos quatro dias de feriado prolongado, as bilheterias do Parque Nacional do Iguaçu abrirão uma hora mais cedo, às 8h, fechando no horário normal, às 17h Divulgação Todos os postos de informação ao turista atenderão durante o feriado. O Posto da Avenida das Cataratas, anexo à Secretaria Municipal de Turismo, funcionará das 8h às 20h. O Posto de Informação da Rodoviária Internacional atenderá das 7h às 18h; o do Terminal de Transporte Urbano (TTU), das 7h30 às 18h, e no Aeroporto Internacional o atendimento segue das 9h às 20h30. No Parque Nacional do Iguaçu, o atendimento aos visitantes será ampliado. Nos quatro dias, as bilheterias abrirão uma hora mais cedo, às 8h, fechando no horário normal, às 17h. No Marco das Três Fronteiras, o horário de atendimento também será ampliado, das 10h às 22h. A roda-gigante também terá horário diferenciado, funcionando todos os dias das 14h às 21h30. No Complexo Turístico de Itaipu haverá mais horários para os principais passeios. Outro atrativo da fronteira com horário especial no feriado é o Foz do Iguaçu Park Show. O Museu de Cera, o Vale dos Dinossauros, as Maravilhas do Mundo e o Dreams Ice Bar (bar de gelo) abrem das 8h às 22h. O Zoológico Municipal de Cascavel abrirá normalmente todos os dias, das 8h às 17h30. Na segunda, fecha para manutenção. Veja mais notícias da região no G1 Oeste e Sudoeste.




Alunos do Bom Jesus reúnem mais de 100 trabalhos e despertam interesse de empresas focadas em inovação Ela tinha apenas 16 anos quando desenvolveu um projeto para diminuir a utilização de embalagens de isopor, que agridem o meio ambiente, por meio do uso de um material orgânico, produzido com o bagaço da cana. Graças a essa ideia, a estudante Sayuri Magnabosco conquistou mais de oito prêmios no Brasil e no exterior, além de destaque na imprensa. Histórias como a de Sayuri são a comprovação da importância de formar, desde cedo, pesquisadores e especialistas que vão influenciar ativamente nas transformações sociais do país. Infelizmente, desenvolver jovens cientistas tem ficado sob a responsabilidade de poucas instituições privadas, que valorizam a pesquisa e trabalham no conceito de abordagem investigativa. Esse é o entendimento do Colégio Bom Jesus, que realiza um trabalho científico que começa nas primeiras séries. “Mais do que a conquista de prêmios e reconhecimento, entendemos que a pesquisa desenvolve autonomia, curiosidade, pensamento crítico e comparação com o dia a dia”, conta Adalberto Scortegagna, coordenador de Iniciação Científica do Centro de Estudos e Pesquisas do Bom Jesus. Ele explica que no final do Ensino Fundamental, quando a pesquisa já não é mais uma desconhecida do aluno, e ao longo do Ensino Médio, o colégio oferece a oportunidade de participar do Programa de Iniciação Científica. “Nesse modelo, os alunos interessados em desenvolver pesquisa recebem a mediação de um professor orientador para desenvolver todos os passos de uma pesquisa científica”, conta o coordenador. O Bom Jesus acompanha cada um dos projetos e, após uma criteriosa seleção interna, os inscreve em Feiras de Iniciação Científica em nível regional e nacional, além de participar da Feira de Iniciação Científica do Ensino Médio (Ficem), evento interno que reúne os melhores trabalhos na sede do Bom Jesus, em Curitiba. Fazer parte do programa e expor na Ficem foi a escolha de Sayuri, que estudou no Bom Jesus e iniciou a pesquisa que rendeu tantos prêmios dentro do colégio. Hoje ela estuda na Dartmouth College, nos EUA. Esse é outro ponto importante da iniciação científica: as oportunidades para estudar em universidades estrangeiras. Além de Sayuri, diversos alunos conquistaram vagas internacionais graças ao histórico escolar. Após conquistar as medalhas de ouro nas olimpíadas de Química (fase estadual) e de Astronomia (nacional) e ser finalista do Projeto Jovem Cientista, na categoria Ensino Médio, Breno de Mello Dal Bianco, também ex-aluno do Colégio Bom Jesus, foi aceito na Universidade Stanford, para a faculdade de Engenharia. A 4.ª edição da Ficem, que é realizada anualmente, aconteceu de 24 a 26 de outubro e reuniu centenas de estudantes, além de um grande público, formado, inclusive, por empresas focadas em inovação, interessadas em conhecer novos projetos e talentos. Durante três dias, os alunos colocaram-se à disposição do público para apresentar seus projetos e ideias. Os trabalhos estavam divididos nas seguintes áreas: Terra (Ciências Exatas e da Terra e Ciências, Ciências Agrárias) Vida (Ciências Biológicas e da Saúde) Engenharias Sociedade (Ciências Sociais Aplicadas e Humanas) Seleção As 36 Unidades do Bom Jesus, assim como as escolas conveniadas, enviaram, ao todo, 400 projetos. Dessas centenas de propostas, a banca formada por profissionais do Centro de Estudos e Pesquisas (CEP) do Bom Jesus selecionou 105 trabalhos. Foram considerados a postura científica, o método, a relevância social, a inovação e a criatividade de cada projeto. Após a seleção, os alunos de outras cidades, custeados pela Unidade Bom Jesus de origem, vieram a Curitiba para apresentar os resultados para familiares, comunidade, professores e demais convidados. As melhores pesquisas foram premiadas no último dia de evento. Parceiros Neste ano, a edição contou com a participação das empresas BCredi, Distrito Spark CWB, Editora Bom Jesus, FAE Centro Universitário, Laboratório Frischmann Aisengart e Rumo Logística, que avaliaram os trabalhos e pontuaram os destaques. O CTO da BCredi, Fredy Schaible, se impressionou com a qualidade e o preparo dos estudantes. “Percebi um foco social bem presente e achei interessante a visão de parcerias e monetização dos alunos. Muitos já estudaram a viabilidade de seus projetos”, conta Fredy, que entende que o empreendedorismo ocorre cada vez mais cedo e deve ser estimulado. “Quanto antes esse estímulo acontece, melhor é para o jovem”, completa. O tema Ao entrar para o Programa de Iniciação Científica, o aluno é estimulado a trabalhar temas que incomodam ou fazem parte do seu dia a dia. Muitas pesquisas têm cunho social e desenvolvem materiais para sanar problemas que fazem parte da própria rotina do aluno. É o caso da estudante Maysa Soares Fernandes, aluna do Bom Jesus de Itatiba. Com apenas 16 anos, ela venceu a Ficem em 2017 e 2018. Nesta edição, ela apresentou o retrofitting da geladeira portátil para armazenamento de insulina com placa Peltier. O produto nasceu a partir de conversas com a avó, que é enfermeira e sugeriu algo na área de saúde. A partir de entrevistas realizadas com pacientes diabéticos de Bragança Paulista e Itatiba, muita pesquisa e a parceria do professor orientador, Maysa chegou à proposta campeã. Hoje a aluna comemora a possibilidade real de se tornar uma cientista. “Acho incrível essa oportunidade, que se parece muito com TCC de um curso universitário. Acredito que terei créditos por ter feito minha iniciação científica antes mesmo de chegar à faculdade”, completa a estudante, que planeja ser médica. Já o aluno Paulo Mathias, do Bom Jesus Centro, em Curitiba, participou pela primeira vez da Ficem com um projeto baseado em sua própria visão do ensino. “Eu proponho a implementação das estratégias TED pelo professor em sala de aula, ou seja, novas maneiras de ministrar aulas, com base em ações como contação de histórias, promoção de experiências sensoriais e tudo que melhore a assimilação dos conteúdos”, conta Paulo, que estudou metodologia ativa e educação em outros países e se inspirou na maneira questionadora de seu comportamento. “Fiz questão de trabalhar com o tema educação porque acredito na necessidade de mudança em sala de aula”, completa. O trabalho rendeu para o aluno o Destaque da Editora Bom Jesus em Inovação.
Iniciação científica no Ensino Médio pode abrir portas para uma graduação no exterior

Alunos do Bom Jesus reúnem mais de 100 trabalhos e despertam interesse de empresas focadas em inovação Ela tinha apenas 16 anos quando desenvolveu um projeto para diminuir a utilização de embalagens de isopor, que agridem o meio ambiente, por meio do uso de um material orgânico, produzido com o bagaço da cana. Graças a essa ideia, a estudante Sayuri Magnabosco conquistou mais de oito prêmios no Brasil e no exterior, além de destaque na imprensa. Histórias como a de Sayuri são a comprovação da importância de formar, desde cedo, pesquisadores e especialistas que vão influenciar ativamente nas transformações sociais do país. Infelizmente, desenvolver jovens cientistas tem ficado sob a responsabilidade de poucas instituições privadas, que valorizam a pesquisa e trabalham no conceito de abordagem investigativa. Esse é o entendimento do Colégio Bom Jesus, que realiza um trabalho científico que começa nas primeiras séries. “Mais do que a conquista de prêmios e reconhecimento, entendemos que a pesquisa desenvolve autonomia, curiosidade, pensamento crítico e comparação com o dia a dia”, conta Adalberto Scortegagna, coordenador de Iniciação Científica do Centro de Estudos e Pesquisas do Bom Jesus. Ele explica que no final do Ensino Fundamental, quando a pesquisa já não é mais uma desconhecida do aluno, e ao longo do Ensino Médio, o colégio oferece a oportunidade de participar do Programa de Iniciação Científica. “Nesse modelo, os alunos interessados em desenvolver pesquisa recebem a mediação de um professor orientador para desenvolver todos os passos de uma pesquisa científica”, conta o coordenador. O Bom Jesus acompanha cada um dos projetos e, após uma criteriosa seleção interna, os inscreve em Feiras de Iniciação Científica em nível regional e nacional, além de participar da Feira de Iniciação Científica do Ensino Médio (Ficem), evento interno que reúne os melhores trabalhos na sede do Bom Jesus, em Curitiba. Fazer parte do programa e expor na Ficem foi a escolha de Sayuri, que estudou no Bom Jesus e iniciou a pesquisa que rendeu tantos prêmios dentro do colégio. Hoje ela estuda na Dartmouth College, nos EUA. Esse é outro ponto importante da iniciação científica: as oportunidades para estudar em universidades estrangeiras. Além de Sayuri, diversos alunos conquistaram vagas internacionais graças ao histórico escolar. Após conquistar as medalhas de ouro nas olimpíadas de Química (fase estadual) e de Astronomia (nacional) e ser finalista do Projeto Jovem Cientista, na categoria Ensino Médio, Breno de Mello Dal Bianco, também ex-aluno do Colégio Bom Jesus, foi aceito na Universidade Stanford, para a faculdade de Engenharia. A 4.ª edição da Ficem, que é realizada anualmente, aconteceu de 24 a 26 de outubro e reuniu centenas de estudantes, além de um grande público, formado, inclusive, por empresas focadas em inovação, interessadas em conhecer novos projetos e talentos. Durante três dias, os alunos colocaram-se à disposição do público para apresentar seus projetos e ideias. Os trabalhos estavam divididos nas seguintes áreas: Terra (Ciências Exatas e da Terra e Ciências, Ciências Agrárias) Vida (Ciências Biológicas e da Saúde) Engenharias Sociedade (Ciências Sociais Aplicadas e Humanas) Seleção As 36 Unidades do Bom Jesus, assim como as escolas conveniadas, enviaram, ao todo, 400 projetos. Dessas centenas de propostas, a banca formada por profissionais do Centro de Estudos e Pesquisas (CEP) do Bom Jesus selecionou 105 trabalhos. Foram considerados a postura científica, o método, a relevância social, a inovação e a criatividade de cada projeto. Após a seleção, os alunos de outras cidades, custeados pela Unidade Bom Jesus de origem, vieram a Curitiba para apresentar os resultados para familiares, comunidade, professores e demais convidados. As melhores pesquisas foram premiadas no último dia de evento. Parceiros Neste ano, a edição contou com a participação das empresas BCredi, Distrito Spark CWB, Editora Bom Jesus, FAE Centro Universitário, Laboratório Frischmann Aisengart e Rumo Logística, que avaliaram os trabalhos e pontuaram os destaques. O CTO da BCredi, Fredy Schaible, se impressionou com a qualidade e o preparo dos estudantes. “Percebi um foco social bem presente e achei interessante a visão de parcerias e monetização dos alunos. Muitos já estudaram a viabilidade de seus projetos”, conta Fredy, que entende que o empreendedorismo ocorre cada vez mais cedo e deve ser estimulado. “Quanto antes esse estímulo acontece, melhor é para o jovem”, completa. O tema Ao entrar para o Programa de Iniciação Científica, o aluno é estimulado a trabalhar temas que incomodam ou fazem parte do seu dia a dia. Muitas pesquisas têm cunho social e desenvolvem materiais para sanar problemas que fazem parte da própria rotina do aluno. É o caso da estudante Maysa Soares Fernandes, aluna do Bom Jesus de Itatiba. Com apenas 16 anos, ela venceu a Ficem em 2017 e 2018. Nesta edição, ela apresentou o retrofitting da geladeira portátil para armazenamento de insulina com placa Peltier. O produto nasceu a partir de conversas com a avó, que é enfermeira e sugeriu algo na área de saúde. A partir de entrevistas realizadas com pacientes diabéticos de Bragança Paulista e Itatiba, muita pesquisa e a parceria do professor orientador, Maysa chegou à proposta campeã. Hoje a aluna comemora a possibilidade real de se tornar uma cientista. “Acho incrível essa oportunidade, que se parece muito com TCC de um curso universitário. Acredito que terei créditos por ter feito minha iniciação científica antes mesmo de chegar à faculdade”, completa a estudante, que planeja ser médica. Já o aluno Paulo Mathias, do Bom Jesus Centro, em Curitiba, participou pela primeira vez da Ficem com um projeto baseado em sua própria visão do ensino. “Eu proponho a implementação das estratégias TED pelo professor em sala de aula, ou seja, novas maneiras de ministrar aulas, com base em ações como contação de histórias, promoção de experiências sensoriais e tudo que melhore a assimilação dos conteúdos”, conta Paulo, que estudou metodologia ativa e educação em outros países e se inspirou na maneira questionadora de seu comportamento. “Fiz questão de trabalhar com o tema educação porque acredito na necessidade de mudança em sala de aula”, completa. O trabalho rendeu para o aluno o Destaque da Editora Bom Jesus em Inovação.




Escolas municipais e creches estarão fechadas na quinta (15) e sexta-feira (16). Supermercados abrirão normalmente neste feriado. No feriado da Proclamação da República, na quinta-feira (15), serviços públicos de Londrina e Maringá, no norte do Paraná, terão horários alterados ou não funcionarão. Escolas municipais e creches estarão fechadas na quinta e na sexta-feira (16). Serviços essenciais serão mantidos nas duas cidades do norte paranaense. Os atendimentos serão retomados normalmente na segunda-feira (19). Confira, abaixo, o que abre e o que fecha no feriado em Londrina e Maringá. Ônibus do transporte público de Londrina funcionarão com horários de domingo nesse feriado Luciane Cordeiro/G1 Londrina Cultura A Biblioteca Pública Municipal Pedro Viriato Parigot de Souza não abrirá durante o feriado. O atendimento volta ao normal na sexta-feira. A biblioteca fica na Avenida Rio de Janeiro, nº 413. O Museu de Arte fecha no feriado e abre das 13h às 18h, na sexta. Saúde No feriado estarão fechadas as Unidades Básicas de Saúde 12 horas, o Centro de Especialidades Odontológicas (CEO), a Policlínica e o Centro de Atenção Psicossocial I. Os plantões das Unidades Básicas de Saúde de 16 horas (Maria Cecília, União da Vitória e Leonor) funcionarão das 7h às 23h. As Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) 24 horas (Maria Angélica Castoldo e do Jardim Sabará) abrirão normalmente, assim como o Pronto Atendimento Psiquiátrico do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS III), a Unidade de Pronto Atendimento Infantil (PAI), a Maternidade Municipal Lucilla Balallai, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência e Emergência (Samu), e o Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma e Emergência (Siate). Os pronto atendimentos Maria Cecília e União da Vitória atendem das 7h às 23h. Restaurante Popular Restaurante Popular não atenderá na quinta, mas o local funciona na sexta, das 11h às 14h. Secretarias A Praça de Atendimento da Secretaria Municipal de Fazenda, no prédio da Prefeitura de Londrina, fecha somente na quinta. O posto Londrina Norte Shopping fecha apenas no feriado e atende na sexta e no sábado (17), das 10h às 21h. No Shopping Boulevard, o posto também atende na sexta e no sábado, das 10h às 22h; no Armazém da Moda, o atendimento na sexta e no sábado vai das 9h às 21h. Transporte público e trânsito A CMTU informou que os ônibus do transporte público operam com a tabela de horários de domingo. Feiras As feiras livres e feiras da lua têm funcionamento normal, com presença facultativa dos comerciantes. Limpeza Urbana As atividades de limpeza urbana, como corte do mato, varrição de vias e recolhimento de entulho, param no feriado e são retomadas na quinta. A coleta do rejeito e dos resíduos orgânicos ocorre sem alterações no feriado. O recolhimento dos resíduos recicláveis será feito de modo diferenciado de acordo com a cooperativa de catadores responsável por cada área do município. Comércio As lojas que ficam nas ruas fecham nesta quinta e reabrem na sexta, das 8h às 18h. No feriado, as lojas dos shoppings Catuaí, Boulevard, Londrina Norte e Aurora atendem das 14h às 20h, e as praças de alimentação e lazer funcionam das 11h às 22h. No Royal Plaza Shopping as lojas atendem no feriado das 13h às 19h, e a praça de alimentação e lazer funciona das 11h às 20h. Os bancos fecham no feriado e reabrem na segunda-feira. Supermercados Os supermercados abrem conforme os horários estipulados por cada loja. Setores administrativos da Prefeitura de Maringá não funcionam no feriado prolongado Prefeitura de Maringá/Divulgação Maringá Paço Municipal O Paço Municipal está fechado na quinta e sexta, 16. O expediente volta ao normal na segunda. Mobilidade Urbana e Segurança A Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) e o Estar também terão o mesmo funcionamento do Paço Municipal, com retorno ao atendimento normal na segunda. Agentes de trânsito estarão de plantão, assim como a Guarda Municipal (telefone 153) e a Defesa Civil (telefone (44) 99103-8319). Saúde Hospital Municipal e as Unidades de Pronto Atendimento (UPA) estarão de plantão no feriado, recesso e fim de semana. Unidades Básicas de Saúde estarão fechadas e retornam na segunda. Educação Escolas e centros municipais de educação infantil estarão fechados no feriado e na sexta. Serviço Social Estarão de plantão o Centro de Referência da Criança e do Adolescente (CRCA), o Serviço de Atendimento aos Moradores de Rua (44- 99103-5661), e os Conselhos Tutelares Zona Norte (44 3901-1966/ 99102-5875) e Zona Sul (44 3901-2276/ 99119-0071). Restaurante Popoular Estará fechado na quinta e sexta-feira, retornando na segunda. Parques O Parque do Ingá estará aberto para visitação na sexta, das 8h às 18h, assim como o parque Alfredo Nyffeler, que abre das 6h30 às 20h30. O Parque do Japão também fica aberto no feriado, das 8h às 18h. Feiras Livres Funcionam normalmente no feriado. Supermercados Abrem normalmente no feriado. Os horários podem variar conforme a empresa. Veja mais notícias da região no G1 Norte e Noroeste
Veja o que abre e o que fecha no feriado da Proclamação da República em Londrina e Maringá

Escolas municipais e creches estarão fechadas na quinta (15) e sexta-feira (16). Supermercados abrirão normalmente neste feriado. No feriado da Proclamação da República, na quinta-feira (15), serviços públicos de Londrina e Maringá, no norte do Paraná, terão horários alterados ou não funcionarão. Escolas municipais e creches estarão fechadas na quinta e na sexta-feira (16). Serviços essenciais serão mantidos nas duas cidades do norte paranaense. Os atendimentos serão retomados normalmente na segunda-feira (19). Confira, abaixo, o que abre e o que fecha no feriado em Londrina e Maringá. Ônibus do transporte público de Londrina funcionarão com horários de domingo nesse feriado Luciane Cordeiro/G1 Londrina Cultura A Biblioteca Pública Municipal Pedro Viriato Parigot de Souza não abrirá durante o feriado. O atendimento volta ao normal na sexta-feira. A biblioteca fica na Avenida Rio de Janeiro, nº 413. O Museu de Arte fecha no feriado e abre das 13h às 18h, na sexta. Saúde No feriado estarão fechadas as Unidades Básicas de Saúde 12 horas, o Centro de Especialidades Odontológicas (CEO), a Policlínica e o Centro de Atenção Psicossocial I. Os plantões das Unidades Básicas de Saúde de 16 horas (Maria Cecília, União da Vitória e Leonor) funcionarão das 7h às 23h. As Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) 24 horas (Maria Angélica Castoldo e do Jardim Sabará) abrirão normalmente, assim como o Pronto Atendimento Psiquiátrico do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS III), a Unidade de Pronto Atendimento Infantil (PAI), a Maternidade Municipal Lucilla Balallai, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência e Emergência (Samu), e o Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma e Emergência (Siate). Os pronto atendimentos Maria Cecília e União da Vitória atendem das 7h às 23h. Restaurante Popular Restaurante Popular não atenderá na quinta, mas o local funciona na sexta, das 11h às 14h. Secretarias A Praça de Atendimento da Secretaria Municipal de Fazenda, no prédio da Prefeitura de Londrina, fecha somente na quinta. O posto Londrina Norte Shopping fecha apenas no feriado e atende na sexta e no sábado (17), das 10h às 21h. No Shopping Boulevard, o posto também atende na sexta e no sábado, das 10h às 22h; no Armazém da Moda, o atendimento na sexta e no sábado vai das 9h às 21h. Transporte público e trânsito A CMTU informou que os ônibus do transporte público operam com a tabela de horários de domingo. Feiras As feiras livres e feiras da lua têm funcionamento normal, com presença facultativa dos comerciantes. Limpeza Urbana As atividades de limpeza urbana, como corte do mato, varrição de vias e recolhimento de entulho, param no feriado e são retomadas na quinta. A coleta do rejeito e dos resíduos orgânicos ocorre sem alterações no feriado. O recolhimento dos resíduos recicláveis será feito de modo diferenciado de acordo com a cooperativa de catadores responsável por cada área do município. Comércio As lojas que ficam nas ruas fecham nesta quinta e reabrem na sexta, das 8h às 18h. No feriado, as lojas dos shoppings Catuaí, Boulevard, Londrina Norte e Aurora atendem das 14h às 20h, e as praças de alimentação e lazer funcionam das 11h às 22h. No Royal Plaza Shopping as lojas atendem no feriado das 13h às 19h, e a praça de alimentação e lazer funciona das 11h às 20h. Os bancos fecham no feriado e reabrem na segunda-feira. Supermercados Os supermercados abrem conforme os horários estipulados por cada loja. Setores administrativos da Prefeitura de Maringá não funcionam no feriado prolongado Prefeitura de Maringá/Divulgação Maringá Paço Municipal O Paço Municipal está fechado na quinta e sexta, 16. O expediente volta ao normal na segunda. Mobilidade Urbana e Segurança A Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) e o Estar também terão o mesmo funcionamento do Paço Municipal, com retorno ao atendimento normal na segunda. Agentes de trânsito estarão de plantão, assim como a Guarda Municipal (telefone 153) e a Defesa Civil (telefone (44) 99103-8319). Saúde Hospital Municipal e as Unidades de Pronto Atendimento (UPA) estarão de plantão no feriado, recesso e fim de semana. Unidades Básicas de Saúde estarão fechadas e retornam na segunda. Educação Escolas e centros municipais de educação infantil estarão fechados no feriado e na sexta. Serviço Social Estarão de plantão o Centro de Referência da Criança e do Adolescente (CRCA), o Serviço de Atendimento aos Moradores de Rua (44- 99103-5661), e os Conselhos Tutelares Zona Norte (44 3901-1966/ 99102-5875) e Zona Sul (44 3901-2276/ 99119-0071). Restaurante Popoular Estará fechado na quinta e sexta-feira, retornando na segunda. Parques O Parque do Ingá estará aberto para visitação na sexta, das 8h às 18h, assim como o parque Alfredo Nyffeler, que abre das 6h30 às 20h30. O Parque do Japão também fica aberto no feriado, das 8h às 18h. Feiras Livres Funcionam normalmente no feriado. Supermercados Abrem normalmente no feriado. Os horários podem variar conforme a empresa. Veja mais notícias da região no G1 Norte e Noroeste




Junto com a evolução contínua da Inteligência Artificial, crescem também as oportunidades para profissionais dessa área A Inteligência Artificial (IA) que conhecemos hoje é só o começo de uma grande revolução. Soluções cotidianas, como tradutores automáticos, sistemas de biometria, aplicativos de smartphone, computador de bordo de alguns carros e outras tecnologias são apenas uma amostra do que ainda está por vir. Nesse cenário, as perspectivas para os estudantes dos cursos de Informática não poderiam ser melhores. O assunto não nasceu agora. A Inteligência Artificial tem origem na década de 50, nos estudos do matemático Alan Turing, e hoje é composta por várias disciplinas: Reconhecimento de Padrões, Aprendizagem de Máquina, Visão Computacional, Processamento de Linguagem Natural, Mineração de Dados, entre muitas outras. De acordo com o professor e pesquisador do Programa de Pós-Graduação em Informática da PUCPR, Alceu Britto Junior, a IA está presente em todos os cursos de Informática da Universidade, cujas matrizes curriculares e metodologia de ensino foram reformuladas recentemente, contemplando assuntos modernos como Ciência de Dados, Big Data e Deep Learning. “O estudante é capacitado para projetar e desenvolver soluções que utilizam técnicas de Inteligência Artificial de maneira ética e responsável, tendo como objetivo principal levar benefícios à sociedade”, afirma. Segundo Alceu, a expansão da IA é inevitável, uma vez que o ser humano tende a se tornar dependente de tecnologias que facilitam a sua vida. “Há muita pesquisa ainda em desenvolvimento. Um bom exemplo são as novas gerações de veículos que serão mais seguros inicialmente, até se tornarem totalmente autônomos”, revela. Para o professor, essa realidade é favorável aos estudantes de Informática. “Ao acadêmico decidido a trabalhar nessa área, há vagas abertas em empresas dos mais diversos setores da economia, além da possibilidade de empreender”, comenta. Autonomia Na PUCPR há uma preocupação constante em desenvolver no estudante um perfil de pesquisador, independentemente do curso escolhido. "Assim como o objetivo da Inteligência Artificial é oferecer soluções autônomas, capazes de aprender sozinhas a partir da própria experiência, na formação de nosso estudante também visamos autonomia”, compara o professor. Divulgação Os estudantes são preparados para buscar novos conhecimentos de maneira independente e resolver os desafios que encontrarem ao longo de suas jornadas. "Para isso, são submetidos a constantes desafios, apresentados na forma de projetos com diferentes níveis de complexidade”, explica Alceu. Na opinião do especialista, "não se descarta a hipótese de que, em um futuro não muito distante, tenhamos sistemas inteligentes autônomos. Nesse sentido, orientamos nossos estudantes que, se projetadas com responsabilidade e seguindo princípios éticos, não correremos o risco de que máquinas autônomas dominem a sociedade”, diz. Divulgação Dentre as possibilidades de cursos na área de Informática, a PUCPR oferece: Bacharelado em Ciência da Computação, Bacharelado em Engenharia de Computação, Bacharelado em Sistemas de Informação, Bacharelado em Engenharia de Software, Tecnologia em Jogos Digitais, Tecnologia em Sistemas de Segurança, Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas, Tecnologia em Big Data e Inteligência Analítica e Tecnologia em Gestão de Tecnologia da Informação.
Estudantes de Informática da PUCPR estão prontos para dominá-los

Junto com a evolução contínua da Inteligência Artificial, crescem também as oportunidades para profissionais dessa área A Inteligência Artificial (IA) que conhecemos hoje é só o começo de uma grande revolução. Soluções cotidianas, como tradutores automáticos, sistemas de biometria, aplicativos de smartphone, computador de bordo de alguns carros e outras tecnologias são apenas uma amostra do que ainda está por vir. Nesse cenário, as perspectivas para os estudantes dos cursos de Informática não poderiam ser melhores. O assunto não nasceu agora. A Inteligência Artificial tem origem na década de 50, nos estudos do matemático Alan Turing, e hoje é composta por várias disciplinas: Reconhecimento de Padrões, Aprendizagem de Máquina, Visão Computacional, Processamento de Linguagem Natural, Mineração de Dados, entre muitas outras. De acordo com o professor e pesquisador do Programa de Pós-Graduação em Informática da PUCPR, Alceu Britto Junior, a IA está presente em todos os cursos de Informática da Universidade, cujas matrizes curriculares e metodologia de ensino foram reformuladas recentemente, contemplando assuntos modernos como Ciência de Dados, Big Data e Deep Learning. “O estudante é capacitado para projetar e desenvolver soluções que utilizam técnicas de Inteligência Artificial de maneira ética e responsável, tendo como objetivo principal levar benefícios à sociedade”, afirma. Segundo Alceu, a expansão da IA é inevitável, uma vez que o ser humano tende a se tornar dependente de tecnologias que facilitam a sua vida. “Há muita pesquisa ainda em desenvolvimento. Um bom exemplo são as novas gerações de veículos que serão mais seguros inicialmente, até se tornarem totalmente autônomos”, revela. Para o professor, essa realidade é favorável aos estudantes de Informática. “Ao acadêmico decidido a trabalhar nessa área, há vagas abertas em empresas dos mais diversos setores da economia, além da possibilidade de empreender”, comenta. Autonomia Na PUCPR há uma preocupação constante em desenvolver no estudante um perfil de pesquisador, independentemente do curso escolhido. "Assim como o objetivo da Inteligência Artificial é oferecer soluções autônomas, capazes de aprender sozinhas a partir da própria experiência, na formação de nosso estudante também visamos autonomia”, compara o professor. Divulgação Os estudantes são preparados para buscar novos conhecimentos de maneira independente e resolver os desafios que encontrarem ao longo de suas jornadas. "Para isso, são submetidos a constantes desafios, apresentados na forma de projetos com diferentes níveis de complexidade”, explica Alceu. Na opinião do especialista, "não se descarta a hipótese de que, em um futuro não muito distante, tenhamos sistemas inteligentes autônomos. Nesse sentido, orientamos nossos estudantes que, se projetadas com responsabilidade e seguindo princípios éticos, não correremos o risco de que máquinas autônomas dominem a sociedade”, diz. Divulgação Dentre as possibilidades de cursos na área de Informática, a PUCPR oferece: Bacharelado em Ciência da Computação, Bacharelado em Engenharia de Computação, Bacharelado em Sistemas de Informação, Bacharelado em Engenharia de Software, Tecnologia em Jogos Digitais, Tecnologia em Sistemas de Segurança, Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas, Tecnologia em Big Data e Inteligência Analítica e Tecnologia em Gestão de Tecnologia da Informação.




Assista aos vídeos do telejornal com as notícias do Paraná. Assista aos vídeos do telejornal com as notícias do Paraná.
VÍDEOS: Bom Dia Paraná de quarta-feira, 14 de novembro

Assista aos vídeos do telejornal com as notícias do Paraná. Assista aos vídeos do telejornal com as notícias do Paraná.



Explosão aconteceu na madrugada desta quarta-feira (14), no bairro Ganchinho. Um homem ficou gravemente ferido depois de um botijão de gás explodir dentro de casa no bairro Ganchinho, em Curitiba, por volta da 0h30 desta quarta-feira (14). De acordo com o Corpo de Bombeiros, a vítima teve queimaduras nas vias aéres e foi levada para o Hospital Evangélico em estado grave. Veja abaixo dicas para evitar explosão de gás: Busque um fornecedor confiável; Não adquira botijões com valores abaixo do mercado ou de fornecedores desconhecidos; Armazene o botijão de gás em local apropriado, aberto, arejado e protegido de fontes de calor, faíscas e redes elétricas; Nunca deixe o gás de cozinha dentro de porões, armários, gabinetes ou pias; Verifique as condições do botijão e suas conexões; Observe atentamente a data de validade do botijão; Siga as instruções de instalação; Não atravesse a mangueira pela parte de trás do fogão. Veja mais notícias do estado no G1 Paraná.
Botijão de gás explode e deixa homem gravemente ferido em Curitiba
Explosão aconteceu na madrugada desta quarta-feira (14), no bairro Ganchinho. Um homem ficou gravemente ferido depois de um botijão de gás explodir dentro de casa no bairro Ganchinho, em Curitiba, por volta da 0h30 desta quarta-feira (14). De acordo com o Corpo de Bombeiros, a vítima teve queimaduras nas vias aéres e foi levada para o Hospital Evangélico em estado grave. Veja abaixo dicas para evitar explosão de gás: Busque um fornecedor confiável; Não adquira botijões com valores abaixo do mercado ou de fornecedores desconhecidos; Armazene o botijão de gás em local apropriado, aberto, arejado e protegido de fontes de calor, faíscas e redes elétricas; Nunca deixe o gás de cozinha dentro de porões, armários, gabinetes ou pias; Verifique as condições do botijão e suas conexões; Observe atentamente a data de validade do botijão; Siga as instruções de instalação; Não atravesse a mangueira pela parte de trás do fogão. Veja mais notícias do estado no G1 Paraná.



Batida ocorreu em Sertanópolis, no norte do Paraná, na noite de terça-feira (13). Um homem de 61 anos morreu em um acidente entre uma pick-up e um caminhão na PR-323, em Sertanópolis, no norte do Paraná, na noite de terça-feira (13). Os veículos bateram de frente. De acordo com a Polícia Rodoviária Estadual (PRE), a batida ocorreu em um trecho com faixa contínua, no entanto não há informação se houve uma tentativa de ultrapassagem proibida. O motorista da pick-up, de 61 anos, morreu no local do acidente. O passageiro sofreu ferimentos gravíssimos e foi levado ao hospital Santa Casa de Londrina. De acordo com o hospital, ele teve fraturas e escoriações, está consciente e passa por exames O condutor do caminhão, de 47 anos, sofreu ferimentos leves. Veja mais informações da região no G1 Norte e Noroeste.
Homem morre em acidente entre uma pick-up e um caminhão na PR-323
Batida ocorreu em Sertanópolis, no norte do Paraná, na noite de terça-feira (13). Um homem de 61 anos morreu em um acidente entre uma pick-up e um caminhão na PR-323, em Sertanópolis, no norte do Paraná, na noite de terça-feira (13). Os veículos bateram de frente. De acordo com a Polícia Rodoviária Estadual (PRE), a batida ocorreu em um trecho com faixa contínua, no entanto não há informação se houve uma tentativa de ultrapassagem proibida. O motorista da pick-up, de 61 anos, morreu no local do acidente. O passageiro sofreu ferimentos gravíssimos e foi levado ao hospital Santa Casa de Londrina. De acordo com o hospital, ele teve fraturas e escoriações, está consciente e passa por exames O condutor do caminhão, de 47 anos, sofreu ferimentos leves. Veja mais informações da região no G1 Norte e Noroeste.




Audiência está marcada para as 14h desta quarta-feira (14); PM fará mudanças no tráfego no bairro Ahú para escoltas. Orientação da PM é para que os motoristas que passam rotineiramente pela Avenida Anita Garibaldi optem por caminhos alternativos perto e durante o horário da oitiva do ex-presidente Giuliano Gomes/PR Press O interrogatório do ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva (PT), marcado para as 14h desta quarta-feira (14), vai causar desvios de trânsito para escoltas no entorno da Justiça Federal, no bairro Ahú, em Curitiba, conforme a Polícia Militar (PM). Lula é interrogado em processo da Lava Jato que apura reformas feitas em sítio de Atibaia A audiência de Lula, que está preso desde abril, é do processo que investiga se ele recebeu propina de empresas como a OAS e a Odebrecht por meio da reforma e decoração no sítio Santa Bárbara, em Atibaia (SP). O ex-presidente e outros 12 são réus na ação. A orientação da PM é para que os motoristas que passam rotineiramente pela Avenida Anita Garibaldi optem por caminhos alternativos perto e durante o horário da oitiva do ex-presidente. Segundo a polícia, os acessos ao prédio da Justiça Federal e imediações serão fiscalizados por PMs desde a manhã - com aumento do policiamento ao longo do dia. Durante a chegada do comboio de Lula para o interrogatório, policiais e agentes de trânsito farão o desvio do tráfego de veículos nos seguintes cruzamentos: Avenida Anita Garibaldi com rua Dr. Manoel Pedro (Praça Cel. Elísio Costa Marques); Rua Dr. Bezzera de Menezes com a Avenida Anita Garibaldi; Rua Benjamin Zili com Rua Santa Rita de Cássia; Rua São Pio X com Rua Benjamim Zili; Rua Eça de Queiroz com Avenida Anita Garibaldi. Conforme a polícia, os serviços na Justiça Federal funcionarão normalmente - com exceção do restaurante. Quem precisar ir até o local terá acesso garantido durante o dia todo, inclusive durante a oitiva, com o acompanhamento de policiais militares até o atendimento, informa a PM. A polícia orienta ainda que o cidadão esteja com o documento de identidade para apresentar aos PMs para entrarem no prédio. Veja mais notícias do estado no G1 Paraná.
Interrogatório de Lula vai causar desvios de trânsito no entorno da Justiça Federal, em Curitiba

Audiência está marcada para as 14h desta quarta-feira (14); PM fará mudanças no tráfego no bairro Ahú para escoltas. Orientação da PM é para que os motoristas que passam rotineiramente pela Avenida Anita Garibaldi optem por caminhos alternativos perto e durante o horário da oitiva do ex-presidente Giuliano Gomes/PR Press O interrogatório do ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva (PT), marcado para as 14h desta quarta-feira (14), vai causar desvios de trânsito para escoltas no entorno da Justiça Federal, no bairro Ahú, em Curitiba, conforme a Polícia Militar (PM). Lula é interrogado em processo da Lava Jato que apura reformas feitas em sítio de Atibaia A audiência de Lula, que está preso desde abril, é do processo que investiga se ele recebeu propina de empresas como a OAS e a Odebrecht por meio da reforma e decoração no sítio Santa Bárbara, em Atibaia (SP). O ex-presidente e outros 12 são réus na ação. A orientação da PM é para que os motoristas que passam rotineiramente pela Avenida Anita Garibaldi optem por caminhos alternativos perto e durante o horário da oitiva do ex-presidente. Segundo a polícia, os acessos ao prédio da Justiça Federal e imediações serão fiscalizados por PMs desde a manhã - com aumento do policiamento ao longo do dia. Durante a chegada do comboio de Lula para o interrogatório, policiais e agentes de trânsito farão o desvio do tráfego de veículos nos seguintes cruzamentos: Avenida Anita Garibaldi com rua Dr. Manoel Pedro (Praça Cel. Elísio Costa Marques); Rua Dr. Bezzera de Menezes com a Avenida Anita Garibaldi; Rua Benjamin Zili com Rua Santa Rita de Cássia; Rua São Pio X com Rua Benjamim Zili; Rua Eça de Queiroz com Avenida Anita Garibaldi. Conforme a polícia, os serviços na Justiça Federal funcionarão normalmente - com exceção do restaurante. Quem precisar ir até o local terá acesso garantido durante o dia todo, inclusive durante a oitiva, com o acompanhamento de policiais militares até o atendimento, informa a PM. A polícia orienta ainda que o cidadão esteja com o documento de identidade para apresentar aos PMs para entrarem no prédio. Veja mais notícias do estado no G1 Paraná.




Depoimento de ex-presidente começou às 15h desta quarta-feira (14), em Curitiba. Juíza Gabriela Hardt é a responsável pelos interrogatórios, desde a saída de Sérgio Moro. VÍDEO: Lula chega à Justiça Federal para ser interrogado em processo da Lava Jato Começou às 15h desta quarta-feira (14) o depoimento do ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na audiência referente a um processo da Operação Lava Jato que apura reformas feitas no sítio de Atibaia. O interrogatório acontece na sede da Justiça Federal, em Curitiba. Lula é réu nesta ação penal acusado de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. A audiência começou às 14h com o depoimento do pecuarista José Carlos Bumlai, também réu no processo. Bumlai, que responde pelo crime de lavagem de dinheiro, foi interrogado por uma hora. As oitivas são conduzidas pela juíza federal Gabriela Hardt. Comboio com Lula chegando ao prédio da Justiça Federal, em Curitiba, para o interrogatório marcado para as 14h desta quarta-feira (14) Giuliano Gomes/PRPress Esta foi a primeira vez que o ex-presidente deixou a Superintendência da Polícia Federal (PF), onde está preso desde abril. Não houve bloqueios no trajeto até o local do interrogatório. Apoiadores do ex-presidente estão em frente à sede da Polícia Federal, onde Lula está preso, e ao prédio da Justiça Federal, onde acontece a audiência. Apoiadores do Lula estão no entorno do prédio da Justiça Federal, onde o ex-presidente será interrogado nesta quarta-feira (14) Giuliano Gomes/PRPRess A denúncia Conforme o Ministério Público Federal (MPF), o ex-presidente recebeu propina do Grupo Schain, de José Carlos Bumlai, OAS a Odebrecht por meio da reforma e decoração no sítio Santa Bárbara, em Atibaia (SP), que frequentava com a família. Outras 12 pessoas são rés neste processo. Moro aceita denúncia contra Lula e outros 12 por caso envolvendo sítio em Atibaia Os valores foram repassados ao ex-presidente em reformas realizadas no sítio, de acordo com os procuradores do MPF. Segundo a denúncia, as melhorias no imóvel totalizaram R$ 1,02 milhão. Ex-executivos da Odebrecht afirmaram que o departamento de propina da empresa bancou parte das obras. De acordo com a força-tarefa da Lava Jato, Bumlai teria ajudado no repasse de propina ao ex-presidente no valor de R$ 150 mil. Ao aceitar a denúncia, o então juiz da Lava Jato, Sérgio Moro, disse que as provas permitem a conclusão de que Lula se comportava como proprietário do sítio e que as reformas foram feitas para beneficiá-lo. Moro destacou à época que bens pessoais de Lula e dos parentes dele foram encontrados no imóvel e que veículos utilizados por Lula teriam comparecido 270 vezes ao longo de seis anos no sítio. Agentes do ex-presidente instalaram câmeras de segurança no imóvel. O ex-presidente da OAS, Léo Pinheiro, que tenta fechar um acordo de delação, disse que o pedido da reforma partiu do ex-presidente, e que os dois falaram pressoalmente sobre o projeto. Fernando Bittar, um dos donos do sítio, disse à juíza Gabriela Hardt, que assumiu os processos da Lava Jato, com a saída de Moro, que Lula e Dona Marisa queriam a reforma porque presicavam guardar objetos ganhos pelo ex-presidente. Ele afirmou que achava que Lula faria o pagamento das obras na propriedade. Bittar responde por lavagem de dinheiro neste processo. Lula nega as acusações e afirma não ser o dono do imóvel, que está no nome de sócios de um dos filhos do ex-presidente. Fernando Haddad disse que esteve com Lula nesta manhã para “prestar solidariedade” e “saber se ele estava bem” para o depoimento. “Ele tinha lido todos os depoimentos das testemunhas e está muito tranquilo quanto ao que ele vai relatar para a juíza no seu depoimento. Achei ele muito preparado e tranquilo”, disse. PMs cercam o prédio da Justiça Federal para interrogatório do Lula Giuliano Gomes/PRPress O pecuarista José Carlos Bumlai e Lula prestam os últimos depoimentos da ação, que depois vai para a fase final. Juíza substituta Os interrogatórios, que começaram na semana passada, estão sendo comandados pela juíza federal Gabriela Hardt, substituta na 13ª Vara da Justiça Federal de Curitiba. Gabriela Hardt: veja quem é a juíza que assume temporariamente a Lava Jato Gabriela Hardt assume temporariamente os processos da Lava Jato Reprodução Sérgio Moro era o juiz federal responsável pelos processos da Lava Jato na primeira instância, porém, ao aceitar o convite do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) para ser ministro da Justiça, se afastou do cargo. Em 5 de novembro, Moro comunicou que tiraria férias por 17 dias e que pedirá exoneração perto da posse, ou seja, no início de janeiro. Gabriela Hardt começou a trabalhar com Moro em 2014 e, desde então, o substituti em audiências da Lava Jato. Seleção do novo juiz A seleção do novo juiz é de responsabilidade do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4). Com a saída de Moro, o TRF-4 deve abrir um processo informando que há uma vaga aberta. Quem pode participar são os juízes federais da região sul do Brasil. Entre os interessados, assume o juiz que tiver o maior tempo de magistratura. Sérgio Moro, ao lado de Paulo Guedes, deixando a casa de Jair Bolsonaro, no Rio, quando aceitou o convite para ser ministro da Justiça Henrique Coelho/G1 Lula preso O petista está preso uma uma sala especial na PF, na capital paranaense. Lula cumpre pena de 12 anos e 1 mês de prisão pela condenação no caso do triplex em Guarujá (SP). Ele foi condenado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Lula quando foi preso, em 7 de abril deste ano Ricardo Moraes/Reuters Lula foi acusado de receber propina da empreiteira OAS. A suposta vantagem, no valor de R$ 2,2 milhões, teria saído de uma conta de propina destinada ao PT em troca do favorecimento da empresa em contratos na Petrobras. Segundo a denúcnia, a vantagem foi paga na forma de reserva e reforma do apartamento no litoral paulista, cuja propriedade teria sido ocultada das autoridades. Um dos depoimentos que baseou a acusação do Ministério Público e a sentença de Moro é o do ex-presidente da OAS Léo Pinheiro, também condenado no processo. Veja mais notícias do estado no G1 Paraná.
Começa interrogatório de Lula em processo da Lava Jato que apura reformas feitas em sítio de Atibaia

Depoimento de ex-presidente começou às 15h desta quarta-feira (14), em Curitiba. Juíza Gabriela Hardt é a responsável pelos interrogatórios, desde a saída de Sérgio Moro. VÍDEO: Lula chega à Justiça Federal para ser interrogado em processo da Lava Jato Começou às 15h desta quarta-feira (14) o depoimento do ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na audiência referente a um processo da Operação Lava Jato que apura reformas feitas no sítio de Atibaia. O interrogatório acontece na sede da Justiça Federal, em Curitiba. Lula é réu nesta ação penal acusado de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. A audiência começou às 14h com o depoimento do pecuarista José Carlos Bumlai, também réu no processo. Bumlai, que responde pelo crime de lavagem de dinheiro, foi interrogado por uma hora. As oitivas são conduzidas pela juíza federal Gabriela Hardt. Comboio com Lula chegando ao prédio da Justiça Federal, em Curitiba, para o interrogatório marcado para as 14h desta quarta-feira (14) Giuliano Gomes/PRPress Esta foi a primeira vez que o ex-presidente deixou a Superintendência da Polícia Federal (PF), onde está preso desde abril. Não houve bloqueios no trajeto até o local do interrogatório. Apoiadores do ex-presidente estão em frente à sede da Polícia Federal, onde Lula está preso, e ao prédio da Justiça Federal, onde acontece a audiência. Apoiadores do Lula estão no entorno do prédio da Justiça Federal, onde o ex-presidente será interrogado nesta quarta-feira (14) Giuliano Gomes/PRPRess A denúncia Conforme o Ministério Público Federal (MPF), o ex-presidente recebeu propina do Grupo Schain, de José Carlos Bumlai, OAS a Odebrecht por meio da reforma e decoração no sítio Santa Bárbara, em Atibaia (SP), que frequentava com a família. Outras 12 pessoas são rés neste processo. Moro aceita denúncia contra Lula e outros 12 por caso envolvendo sítio em Atibaia Os valores foram repassados ao ex-presidente em reformas realizadas no sítio, de acordo com os procuradores do MPF. Segundo a denúncia, as melhorias no imóvel totalizaram R$ 1,02 milhão. Ex-executivos da Odebrecht afirmaram que o departamento de propina da empresa bancou parte das obras. De acordo com a força-tarefa da Lava Jato, Bumlai teria ajudado no repasse de propina ao ex-presidente no valor de R$ 150 mil. Ao aceitar a denúncia, o então juiz da Lava Jato, Sérgio Moro, disse que as provas permitem a conclusão de que Lula se comportava como proprietário do sítio e que as reformas foram feitas para beneficiá-lo. Moro destacou à época que bens pessoais de Lula e dos parentes dele foram encontrados no imóvel e que veículos utilizados por Lula teriam comparecido 270 vezes ao longo de seis anos no sítio. Agentes do ex-presidente instalaram câmeras de segurança no imóvel. O ex-presidente da OAS, Léo Pinheiro, que tenta fechar um acordo de delação, disse que o pedido da reforma partiu do ex-presidente, e que os dois falaram pressoalmente sobre o projeto. Fernando Bittar, um dos donos do sítio, disse à juíza Gabriela Hardt, que assumiu os processos da Lava Jato, com a saída de Moro, que Lula e Dona Marisa queriam a reforma porque presicavam guardar objetos ganhos pelo ex-presidente. Ele afirmou que achava que Lula faria o pagamento das obras na propriedade. Bittar responde por lavagem de dinheiro neste processo. Lula nega as acusações e afirma não ser o dono do imóvel, que está no nome de sócios de um dos filhos do ex-presidente. Fernando Haddad disse que esteve com Lula nesta manhã para “prestar solidariedade” e “saber se ele estava bem” para o depoimento. “Ele tinha lido todos os depoimentos das testemunhas e está muito tranquilo quanto ao que ele vai relatar para a juíza no seu depoimento. Achei ele muito preparado e tranquilo”, disse. PMs cercam o prédio da Justiça Federal para interrogatório do Lula Giuliano Gomes/PRPress O pecuarista José Carlos Bumlai e Lula prestam os últimos depoimentos da ação, que depois vai para a fase final. Juíza substituta Os interrogatórios, que começaram na semana passada, estão sendo comandados pela juíza federal Gabriela Hardt, substituta na 13ª Vara da Justiça Federal de Curitiba. Gabriela Hardt: veja quem é a juíza que assume temporariamente a Lava Jato Gabriela Hardt assume temporariamente os processos da Lava Jato Reprodução Sérgio Moro era o juiz federal responsável pelos processos da Lava Jato na primeira instância, porém, ao aceitar o convite do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) para ser ministro da Justiça, se afastou do cargo. Em 5 de novembro, Moro comunicou que tiraria férias por 17 dias e que pedirá exoneração perto da posse, ou seja, no início de janeiro. Gabriela Hardt começou a trabalhar com Moro em 2014 e, desde então, o substituti em audiências da Lava Jato. Seleção do novo juiz A seleção do novo juiz é de responsabilidade do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4). Com a saída de Moro, o TRF-4 deve abrir um processo informando que há uma vaga aberta. Quem pode participar são os juízes federais da região sul do Brasil. Entre os interessados, assume o juiz que tiver o maior tempo de magistratura. Sérgio Moro, ao lado de Paulo Guedes, deixando a casa de Jair Bolsonaro, no Rio, quando aceitou o convite para ser ministro da Justiça Henrique Coelho/G1 Lula preso O petista está preso uma uma sala especial na PF, na capital paranaense. Lula cumpre pena de 12 anos e 1 mês de prisão pela condenação no caso do triplex em Guarujá (SP). Ele foi condenado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Lula quando foi preso, em 7 de abril deste ano Ricardo Moraes/Reuters Lula foi acusado de receber propina da empreiteira OAS. A suposta vantagem, no valor de R$ 2,2 milhões, teria saído de uma conta de propina destinada ao PT em troca do favorecimento da empresa em contratos na Petrobras. Segundo a denúcnia, a vantagem foi paga na forma de reserva e reforma do apartamento no litoral paulista, cuja propriedade teria sido ocultada das autoridades. Um dos depoimentos que baseou a acusação do Ministério Público e a sentença de Moro é o do ex-presidente da OAS Léo Pinheiro, também condenado no processo. Veja mais notícias do estado no G1 Paraná.




Boa noite! Aqui estão as principais notícias para você terminar o dia bem-informado. Com o pente-fino do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), mais de 33 mil pessoas deixaram de receber benefícios no Paraná desde julho de 2016. Até agora, 54 mil perícias foram realizadas. INSS faz pente fino nas aposentadorias O objetivo da revisão dos benefícios era colocar ordem no sistema, porém, acabou gerando polêmica, porque muitas pessoas acabaram sendo prejudicadas. Caso Daniel A jovem de 19 anos que se relacionou com Daniel no aniversário de Allana Brittes disse à Polícia Civil que Edison Brittes Júnior, principal suspeito de matar o jogador, "ordenou" que ela e outros convidados limpassem as manchas de sangue que ficaram pela casa depois das agressões. Testemunha dá detalhes do que aconteceu na noite da morte do jogador Daniel "[...] Relatando que inclusive o colchão do casal foi cortado na parte em que havia sangue - o tecido da parte de cima, sendo que este pedaço foi queimado junto com os documentos do Daniel", diz trecho do depoimento, dado na segunda-feira (12). Natal do Palácio Avenida terá lua gigante Mais de 100 mil lâmpadas, 4,5 mil metros de fita de LED e uma lua gigante, de seis metros de altura e uma tonelada, vão iluminar esta edição do Natal do Palácio Avenida. Segundo a organização, será a maior cenografia das 28 edições do espetáculo. Espetáculo tem mais de 400 pessoas envolvidas entre crianças do coral, bailarinos e equipe técnica. Pedro Brodbeck/G1 O evento é gratuito e acontecerá todas as sextas, sábados e domingos entre 30 de novembro e 16 de dezembro. Extinção dos cargos de zelador e auxiliar de serviços gerais Os vereadores de Cascavel, no oeste do Paraná, aprovaram nesta terça-feira (13), em segunda votação, um projeto de lei de autoria do Executivo que extingue os cargos de zelador e auxiliar de serviços gerais. Doze dos 21 vereadores votaram a favor da proposta. Câmara de Cascavel aprova extinção dos cargos de zelador e auxiliar de serviços gerais A aprovação do projeto permite que a prefeitura terceirize os serviços. A justificativa do Executivo foi a de que há dificuldade para contratar esses profissionais por meio de concurso público. Oportunidades A Itaipu Binacional vai realizar um processo seletivo para preencher 23 vagas e cadastro de reserva. O prazo para inscrições vai de 26 de novembro até 2 de dezembro. Os salários variam de R$ 3,1 mil a R$ 8,1 mil, com adicional de 13% para vagas em Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná. A taxa de inscrição custa R$ 67, para o nível médio, R$ 78, para o técnico, e R$ 100, para o nível superior. O pagamento pode ser feito até 2 de janeiro de 2019. Prefeitura de Umuarama abre inscrições para processo seletivo com 15 vagas Curtas e rápidas Operação contra desmatamento da Mata Atlântica no Paraná aplica R$ 4,45 milhões em multas Prefeitura de Maringá contrata empresa para fazer ensaios fotográficos de gestantes Corpo de Bombeiros encontra dois corpos de homens no Rio Ribeira Polícia prende suspeito de executar tenente-coronel da PM, Valdir Copetti Ladrões explodem caixa eletrônico dentro da Prefeitura de Pontal do Paraná Ambulância é flagrada transportando eletrônicos contrabandeados Polícia investiga morte de idosa de 85 anos em asilo de São José dos Pinhais Veja mais notícias do estado no G1 Paraná.
Paraná, terça-feira, 13 de novembro de 2018

Boa noite! Aqui estão as principais notícias para você terminar o dia bem-informado. Com o pente-fino do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), mais de 33 mil pessoas deixaram de receber benefícios no Paraná desde julho de 2016. Até agora, 54 mil perícias foram realizadas. INSS faz pente fino nas aposentadorias O objetivo da revisão dos benefícios era colocar ordem no sistema, porém, acabou gerando polêmica, porque muitas pessoas acabaram sendo prejudicadas. Caso Daniel A jovem de 19 anos que se relacionou com Daniel no aniversário de Allana Brittes disse à Polícia Civil que Edison Brittes Júnior, principal suspeito de matar o jogador, "ordenou" que ela e outros convidados limpassem as manchas de sangue que ficaram pela casa depois das agressões. Testemunha dá detalhes do que aconteceu na noite da morte do jogador Daniel "[...] Relatando que inclusive o colchão do casal foi cortado na parte em que havia sangue - o tecido da parte de cima, sendo que este pedaço foi queimado junto com os documentos do Daniel", diz trecho do depoimento, dado na segunda-feira (12). Natal do Palácio Avenida terá lua gigante Mais de 100 mil lâmpadas, 4,5 mil metros de fita de LED e uma lua gigante, de seis metros de altura e uma tonelada, vão iluminar esta edição do Natal do Palácio Avenida. Segundo a organização, será a maior cenografia das 28 edições do espetáculo. Espetáculo tem mais de 400 pessoas envolvidas entre crianças do coral, bailarinos e equipe técnica. Pedro Brodbeck/G1 O evento é gratuito e acontecerá todas as sextas, sábados e domingos entre 30 de novembro e 16 de dezembro. Extinção dos cargos de zelador e auxiliar de serviços gerais Os vereadores de Cascavel, no oeste do Paraná, aprovaram nesta terça-feira (13), em segunda votação, um projeto de lei de autoria do Executivo que extingue os cargos de zelador e auxiliar de serviços gerais. Doze dos 21 vereadores votaram a favor da proposta. Câmara de Cascavel aprova extinção dos cargos de zelador e auxiliar de serviços gerais A aprovação do projeto permite que a prefeitura terceirize os serviços. A justificativa do Executivo foi a de que há dificuldade para contratar esses profissionais por meio de concurso público. Oportunidades A Itaipu Binacional vai realizar um processo seletivo para preencher 23 vagas e cadastro de reserva. O prazo para inscrições vai de 26 de novembro até 2 de dezembro. Os salários variam de R$ 3,1 mil a R$ 8,1 mil, com adicional de 13% para vagas em Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná. A taxa de inscrição custa R$ 67, para o nível médio, R$ 78, para o técnico, e R$ 100, para o nível superior. O pagamento pode ser feito até 2 de janeiro de 2019. Prefeitura de Umuarama abre inscrições para processo seletivo com 15 vagas Curtas e rápidas Operação contra desmatamento da Mata Atlântica no Paraná aplica R$ 4,45 milhões em multas Prefeitura de Maringá contrata empresa para fazer ensaios fotográficos de gestantes Corpo de Bombeiros encontra dois corpos de homens no Rio Ribeira Polícia prende suspeito de executar tenente-coronel da PM, Valdir Copetti Ladrões explodem caixa eletrônico dentro da Prefeitura de Pontal do Paraná Ambulância é flagrada transportando eletrônicos contrabandeados Polícia investiga morte de idosa de 85 anos em asilo de São José dos Pinhais Veja mais notícias do estado no G1 Paraná.



Aprovação do projeto permite que a prefeitura faça a terceirização das atividades. Servidores protestaram contra a proposta. Câmara de Cascavel aprova extinção dos cargos de zelador e auxiliar de serviços gerais Os vereadores de Cascavel, no oeste do Paraná, aprovaram nesta terça-feira (13), em segunda votação, um projeto de lei de autoria do Executivo que extingue os cargos de zelador e auxiliar de serviços gerais. Doze dos 21 vereadores votaram a favor da proposta. Servidores protestaram na sessão desta terça e também da segunda-feira (12), quando o projeto foi aprovado em primeiro turno. Os vereadores foram interrompidos em alguns momentos da sessão pelos zeladores. A aprovação do projeto permite que a prefeitura terceirize os serviços. A justificativa do Executivo foi a de que há dificuldade para contratar esses profissionais por meio de concurso público. Atualmente, segundo o município, 322 vagas de zeladoria estão livres. No caso dos auxiliares, por exemplo, 12 dos 25 aprovados no último concurso assumiram as vagas. A administração municipal também defende que essa é a única solução para não ultrapassar o limite de gastos com a folha de pagamento e ainda seguir as regras do Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR). No texto, a prefeitura ainda garante que os servidores ativos continuarão com os direitos e vantagens estabelecidos nos plano de carreira, como promoções, adicionais e direitos que constam no estatuto dos servidores. Uma emenda aprovada nesta quarta diz que os servidores em estágio probatório não poderão ser exonerados com a extinção dos cargos - que era uma das reivindicações da categoria. O edital de licitação está previsto para ser lançado na próxima semana. Na segunda, após a aprovação em primeiro turno, servidores foram até o gabinete do prefeito protestar. Nesta terça, houve uma reunião com os funcionários e o anúncio de um reajuste no salário base da categoria. A partir de 2019, os vencimentos devem passar de R$ 954 para R$ 1.080, segundo a administração municipal. O impacto da medida será de R$ 1,4 milhão - e a proposta precisa ser aprovada pelos vereadores. O sindicato que representa a categoria informou que vai à Justiça lutar para que os salários dos servidores sejam iguais aos dos terceirizados. "A Constituição diz que ninguém deve ganhar salários diferentes para exercer o mesmo trabalho", afirma o presidente do sindicato, Ricieri D'estefani Junior. Ele diz acreditar que os trabalhadores contratados pela iniciativa privada terão salários maiores que dos servidores concursados. Veja mais notícias da região no G1 Oeste e Sudoeste.
Câmara de Cascavel aprova extinção dos cargos de zelador e auxiliar de serviços gerais
Aprovação do projeto permite que a prefeitura faça a terceirização das atividades. Servidores protestaram contra a proposta. Câmara de Cascavel aprova extinção dos cargos de zelador e auxiliar de serviços gerais Os vereadores de Cascavel, no oeste do Paraná, aprovaram nesta terça-feira (13), em segunda votação, um projeto de lei de autoria do Executivo que extingue os cargos de zelador e auxiliar de serviços gerais. Doze dos 21 vereadores votaram a favor da proposta. Servidores protestaram na sessão desta terça e também da segunda-feira (12), quando o projeto foi aprovado em primeiro turno. Os vereadores foram interrompidos em alguns momentos da sessão pelos zeladores. A aprovação do projeto permite que a prefeitura terceirize os serviços. A justificativa do Executivo foi a de que há dificuldade para contratar esses profissionais por meio de concurso público. Atualmente, segundo o município, 322 vagas de zeladoria estão livres. No caso dos auxiliares, por exemplo, 12 dos 25 aprovados no último concurso assumiram as vagas. A administração municipal também defende que essa é a única solução para não ultrapassar o limite de gastos com a folha de pagamento e ainda seguir as regras do Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR). No texto, a prefeitura ainda garante que os servidores ativos continuarão com os direitos e vantagens estabelecidos nos plano de carreira, como promoções, adicionais e direitos que constam no estatuto dos servidores. Uma emenda aprovada nesta quarta diz que os servidores em estágio probatório não poderão ser exonerados com a extinção dos cargos - que era uma das reivindicações da categoria. O edital de licitação está previsto para ser lançado na próxima semana. Na segunda, após a aprovação em primeiro turno, servidores foram até o gabinete do prefeito protestar. Nesta terça, houve uma reunião com os funcionários e o anúncio de um reajuste no salário base da categoria. A partir de 2019, os vencimentos devem passar de R$ 954 para R$ 1.080, segundo a administração municipal. O impacto da medida será de R$ 1,4 milhão - e a proposta precisa ser aprovada pelos vereadores. O sindicato que representa a categoria informou que vai à Justiça lutar para que os salários dos servidores sejam iguais aos dos terceirizados. "A Constituição diz que ninguém deve ganhar salários diferentes para exercer o mesmo trabalho", afirma o presidente do sindicato, Ricieri D'estefani Junior. Ele diz acreditar que os trabalhadores contratados pela iniciativa privada terão salários maiores que dos servidores concursados. Veja mais notícias da região no G1 Oeste e Sudoeste.




Resultado da licitação, que também prevê o serviço de maquiagem, foi homologado nesta terça-feira (13). Objetivo do projeto é incentivar e orientar mulheres grávidas sobre a importância do acompanhamento médico. Ensaios fotográficos de gestantes do SUS Por R$ 66 mil, a Prefeitura de Maringá, no norte do Paraná, vai contratar uma empresa para fazer ensaios fotográficos de gestantes que realizarem o pré-natal pelo Sistema Único de Saúde (SUS). O resultado da licitação foi homologado nesta terça-feira (13). De acordo com a Secretaria Municipal de Assistência Social, o objetivo do projeto é incentivar e orientar as mulheres sobre a importância de se fazer o acompanhamento médico durante a gravidez. O contrato prevê o fornecimento de 200 ensaios fotográficos com gestantes. Cada um vai custar R$ 230 e inclui, além do serviço de fotografia, a maquiagem para as mulheres e a confecção de álbuns de DVD. As mulheres que forem selecionadas para o projeto também vão receber atendimento de psicólogos e assistentes sociais. Para participar, é preciso fazer o pré-natal pelo SUS, ser beneficiária do programa Bolsa Família e ser atendida por um dos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) da cidade. As inscrições serão feitas diretamente nos CRAS, a partir de 2019. Por R$ 66 mil, Maringá contrata empresa para fazer ensaios fotográficos de gestantes que realizarem pré-natal pelo SUS IStock Veja mais notícias da região no G1 Norte e Noroeste.
Por R$ 66 mil, Maringá contrata empresa para fazer ensaios fotográficos de gestantes que realizarem pré-natal pelo SUS

Resultado da licitação, que também prevê o serviço de maquiagem, foi homologado nesta terça-feira (13). Objetivo do projeto é incentivar e orientar mulheres grávidas sobre a importância do acompanhamento médico. Ensaios fotográficos de gestantes do SUS Por R$ 66 mil, a Prefeitura de Maringá, no norte do Paraná, vai contratar uma empresa para fazer ensaios fotográficos de gestantes que realizarem o pré-natal pelo Sistema Único de Saúde (SUS). O resultado da licitação foi homologado nesta terça-feira (13). De acordo com a Secretaria Municipal de Assistência Social, o objetivo do projeto é incentivar e orientar as mulheres sobre a importância de se fazer o acompanhamento médico durante a gravidez. O contrato prevê o fornecimento de 200 ensaios fotográficos com gestantes. Cada um vai custar R$ 230 e inclui, além do serviço de fotografia, a maquiagem para as mulheres e a confecção de álbuns de DVD. As mulheres que forem selecionadas para o projeto também vão receber atendimento de psicólogos e assistentes sociais. Para participar, é preciso fazer o pré-natal pelo SUS, ser beneficiária do programa Bolsa Família e ser atendida por um dos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) da cidade. As inscrições serão feitas diretamente nos CRAS, a partir de 2019. Por R$ 66 mil, Maringá contrata empresa para fazer ensaios fotográficos de gestantes que realizarem pré-natal pelo SUS IStock Veja mais notícias da região no G1 Norte e Noroeste.




Imagens foram registradas na Avenida Santa Catarina, no último sábado (10). Secretário de Meio Ambiente disse que deve registrar Boletim de Ocorrência sobre o caso. Assista ao flagrante de um casal furtando plantas no Centro de Cianorte Um casal foi flagrado furtando plantas de uma calçada no Centro de Cianorte, no noroeste do Paraná. Um morador gravou dois vídeos que mostram a dupla retirando várias mudas, que foram plantadas pela prefeitura, e levando para um carro. Assista ao vídeo acima. O flagra foi feito na noite do último sábado (10), na Avenida Santa Catarina, uma das vias mais movimentadas da cidade. Enquanto o casal retira as plantas com o uso de ferramentas, vários veículos passam pelo local. Devido ao furto, o local deve ficar sem flores até que as novas mudas cheguem. O secretário de Meio Ambiente do município, Guilherme Comar Schulz, diz que vai tentar identificar os ladrões e que deve registrar um Boletim de Ocorrência (B.O.) sobre o caso. “Está estragando o patrimônio público, e ainda levando embora a muda. Por mais que seja pequena, não deixa de ser grave”, pontuou Schulz. Ainda de acordo com o secretário, a equipe de jardinagem vai colocar mudas novas no local. O orçamento anual da Prefeitura de Cianorte tem previstos R$ 53 mil só para a compra de mudas. Para os serviços de jardinagem, o município contrata uma empresa terceirizada que faz a manutenção de todos os locais públicos, pelo custo anual de R$ 222,6 mil. Casal é flagrado furtando plantas em avenida no Centro de Cianorte Crimes O delegado de Cianorte Carlos Gabriel Stecca disse ao G1 que, a partir do registro do B.O., a Polícia Civil vai analisar as imagens do flagrante e, se identificadas, as duas pessoas podem ser indiciadas pelo crime de furto qualificado, que tem pena máxima prevista de 8 anos de prisão, e pelo crime ambiental de destruição de planta ornamental, que tem pena prevista de um ano de reclusão. Repercussão Ao ver o vídeo do furto, a vigilante Talite Pader contou que também não consegue ter orquídeas na árvore dela. “O pessoal leva tudo embora, as minhas orquídeas. Então isso aqui [o furto das plantas pelo casal] me dá muita raiva. É plantado com o nosso dinheiro, né? Sai do nosso bolso, não é verdade? Então tem que ser identificado e punido no rigor da lei”, afirmou. A microempreendedora Idalina Martins Kaufmann ficou surpresa com a cena. “Eu acho isso uma falta de cultura, na minha opinião. A pessoa é sem noção”, declarou. Morador flagra casal furtando plantas no Centro de Cianorte Reprodução/RPC Veja mais notícias da região no G1 Norte e Noroeste.
Casal é flagrado furtando mudas de plantas no Centro do Cianorte; VÍDEO

Imagens foram registradas na Avenida Santa Catarina, no último sábado (10). Secretário de Meio Ambiente disse que deve registrar Boletim de Ocorrência sobre o caso. Assista ao flagrante de um casal furtando plantas no Centro de Cianorte Um casal foi flagrado furtando plantas de uma calçada no Centro de Cianorte, no noroeste do Paraná. Um morador gravou dois vídeos que mostram a dupla retirando várias mudas, que foram plantadas pela prefeitura, e levando para um carro. Assista ao vídeo acima. O flagra foi feito na noite do último sábado (10), na Avenida Santa Catarina, uma das vias mais movimentadas da cidade. Enquanto o casal retira as plantas com o uso de ferramentas, vários veículos passam pelo local. Devido ao furto, o local deve ficar sem flores até que as novas mudas cheguem. O secretário de Meio Ambiente do município, Guilherme Comar Schulz, diz que vai tentar identificar os ladrões e que deve registrar um Boletim de Ocorrência (B.O.) sobre o caso. “Está estragando o patrimônio público, e ainda levando embora a muda. Por mais que seja pequena, não deixa de ser grave”, pontuou Schulz. Ainda de acordo com o secretário, a equipe de jardinagem vai colocar mudas novas no local. O orçamento anual da Prefeitura de Cianorte tem previstos R$ 53 mil só para a compra de mudas. Para os serviços de jardinagem, o município contrata uma empresa terceirizada que faz a manutenção de todos os locais públicos, pelo custo anual de R$ 222,6 mil. Casal é flagrado furtando plantas em avenida no Centro de Cianorte Crimes O delegado de Cianorte Carlos Gabriel Stecca disse ao G1 que, a partir do registro do B.O., a Polícia Civil vai analisar as imagens do flagrante e, se identificadas, as duas pessoas podem ser indiciadas pelo crime de furto qualificado, que tem pena máxima prevista de 8 anos de prisão, e pelo crime ambiental de destruição de planta ornamental, que tem pena prevista de um ano de reclusão. Repercussão Ao ver o vídeo do furto, a vigilante Talite Pader contou que também não consegue ter orquídeas na árvore dela. “O pessoal leva tudo embora, as minhas orquídeas. Então isso aqui [o furto das plantas pelo casal] me dá muita raiva. É plantado com o nosso dinheiro, né? Sai do nosso bolso, não é verdade? Então tem que ser identificado e punido no rigor da lei”, afirmou. A microempreendedora Idalina Martins Kaufmann ficou surpresa com a cena. “Eu acho isso uma falta de cultura, na minha opinião. A pessoa é sem noção”, declarou. Morador flagra casal furtando plantas no Centro de Cianorte Reprodução/RPC Veja mais notícias da região no G1 Norte e Noroeste.




Assista aos vídeos do telejornal com as notícias de todas as regiões. Assista aos vídeos do telejornal com as notícias de todas as regiões.
VÍDEOS: Boa Noite Paraná de terça-feira, 13 de novembro

Assista aos vídeos do telejornal com as notícias de todas as regiões. Assista aos vídeos do telejornal com as notícias de todas as regiões.




Operação foi na tarde desta terça-feira (13); 50 pessoas foram flagradas jogando, diz PM. Polícia fecha casa de bingo e leva cerca de 50 pessoas para o Fórum em Ponta Grossa Um bingo clandestino foi fechado na tarde desta terça-feira (13), em Ponta Grossa nos Campos Gerais do Paraná. De acordo com a Polícia Militar (PM), 50 pessoas estavam jogando no momento da operação. A polícia chegou ao local depois de uma denúncia anônima feita na manhã desta terça-feira. Ninguém foi preso. Polícia fecha bingo clandestino depois de denúncia anônima em Ponta Grossa Viviane Mallmann/ RPC Ponta Grossa A casa, que fica no bairro Nova Rússia, funcionava de portas fechadas e era preciso fazer um cadastro prévio para poder jogar, segundo a PM. Os 50 apostadores e os responsáveis pelo bingo vão ser identificados e terão que assinar um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) por prática e exploração de jogos de azar, respectivamente. Polícia fecha bingo clandestino em Ponta Grossa Viviane Mallmann/ RPC Ponta Grossa O dinheiro, os prêmios e os objetos usados no bingo foram apreendidos. Cerca de 20 policiais participam da operação. Veja mais notícias da região no G1 Campos Gerais e Sul.
Bingo clandestino é fechado pela polícia depois de denúncia anônima, em Ponta Grossa

Operação foi na tarde desta terça-feira (13); 50 pessoas foram flagradas jogando, diz PM. Polícia fecha casa de bingo e leva cerca de 50 pessoas para o Fórum em Ponta Grossa Um bingo clandestino foi fechado na tarde desta terça-feira (13), em Ponta Grossa nos Campos Gerais do Paraná. De acordo com a Polícia Militar (PM), 50 pessoas estavam jogando no momento da operação. A polícia chegou ao local depois de uma denúncia anônima feita na manhã desta terça-feira. Ninguém foi preso. Polícia fecha bingo clandestino depois de denúncia anônima em Ponta Grossa Viviane Mallmann/ RPC Ponta Grossa A casa, que fica no bairro Nova Rússia, funcionava de portas fechadas e era preciso fazer um cadastro prévio para poder jogar, segundo a PM. Os 50 apostadores e os responsáveis pelo bingo vão ser identificados e terão que assinar um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) por prática e exploração de jogos de azar, respectivamente. Polícia fecha bingo clandestino em Ponta Grossa Viviane Mallmann/ RPC Ponta Grossa O dinheiro, os prêmios e os objetos usados no bingo foram apreendidos. Cerca de 20 policiais participam da operação. Veja mais notícias da região no G1 Campos Gerais e Sul.




Há oportunidades para várias áreas de atuação em todos os níveis de escolaridade. Inscrições abrem em 26 de novembro. Itaipu Binacional abre processo seletivo com 23 vagas e salários de até Rubens Fraulinni/Itaipu Binacional A Itaipu Binacional vai realizar um processo seletivo para preencher 23 vagas e cadastro de reserva. O prazo para inscrições vai de 26 de novembro até 2 de dezembro. Os salários variam de R$ 3,1 mil a R$ 8,1 mil, com adicional de 13% para vagas em Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná. Acesse aqui o edital do processo seletivo da Itaipu Binacional. As inscrições devem ser feitas por meio do preenchimento do formulário disponível no site do Núcleo de Concursos da Universidade Federal do Paraná (NC-UFPR), responsável pela realização do processo seletivo. A taxa de inscrição custa R$ 67, para o nível médio, R$ 78, para o técnico, e R$ 100, para o nível superior. O pagamento pode ser feito até 2 de janeiro de 2019. São 19 vagas para quem tem ensino superior completo, três para nível técnico e uma de nível médio. Há cotas para pessoas com deficiência e para pessoas negras. As provas estão previstas para 3 de fevereiro de 2019, em Foz do Iguaçu e Curitiba. Já o resultado final deve ser divulgado em 20 de março do ano que vem. Veja abaixo as vagas abertas: Ensino superior completo Ciências contábeis: 1 vaga + cadastro de reserva – salário de R$ 6.111,93; Direito: 1 vaga + cadastro de reserva – salário de R$ 7.090,22; Engenharia elétrica: 2 vagas, sendo uma para turno de revezamento + cadastro de reserva - salário de R$ 8,1 mil; Engenharia eletrônica, elétrica, de automação ou de telecomunicações: 1 vaga + cadastro de reserva – salário de R$ 8,1 mil; Engenharia Civil: 1 vaga + cadastro de reserva – salário de R$ 8,1 mil; Secretariado executivo: 1 vaga + cadastro de reserva – salário de R$ 6.111,93; Biblioteconomia ou gestão da informação: 1 vaga + cadastro de reserva – salário de R$ 6.111,93; Arquivologia ou gestão da informação: 1 vaga + cadastro de reserva – salário de R$ 6.111,93; Medicina veterinária: 1 vaga + cadastro de reserva – salário de R$ 6.111,93; Engenharia florestal: 1 vaga + cadastro de reserva – salário de R$ 8,1 mil; Zootecnia: 1 vaga + cadastro de reserva – salário de R$ 6.111,93; Agronomia ou engenharia agronômica: 1 vaga + cadastro de reserva – salário de R$ 8,1 mil; Farmácia e bioquímica: 1 vaga + cadastro de reserva – salário de R$ 6.111,93; Pedagogia: 1 vaga + cadastro de reserva – salário de R$ 6.111,93; Psicologia: 1 vaga + cadastro de reserva – salário de R$ 6.111,93; Ciências biológicas ou ecologia: 1 vaga + cadastro de reserva – salário de R$ 6.111,93; Geografia: 1 vaga + cadastro de reserva – salário de R$ 6.111,93; Comunicação social – habilitação em jornalismo (fotógrafo): 1 vaga + cadastro de reserva – salário de R$ 6.111,93. Ensino técnico Técnico em hidrologia: 1 vaga + cadastro de reserva – salário de R$ 4.038,99; Técnico em mecânica ou eletromecânica: 1 vaga + cadastro de reserva – salário de R$ 4.038,99; Técnico em agropecuária, agrícola, florestal ou ambiental: 1 vaga + cadastro de reserva – salário de R$ 4.038,99. Ensino médio Almoxarifado: 1 vaga + cadastro de reserva – salário de R$ 3.190,33. Itaipu Binacional é a responsável pela gestão da Usina Hidrelétrica de Itaipu. A empresa é uma sociedade entre o Brasil e o Paraguai - a parte brasileira pertence à Eletrobras. Veja mais notícias da região no G1 Paraná.
Itaipu Binacional faz processo seletivo para preencher 23 vagas; salários chegam a R$ 8,1 mil

Há oportunidades para várias áreas de atuação em todos os níveis de escolaridade. Inscrições abrem em 26 de novembro. Itaipu Binacional abre processo seletivo com 23 vagas e salários de até Rubens Fraulinni/Itaipu Binacional A Itaipu Binacional vai realizar um processo seletivo para preencher 23 vagas e cadastro de reserva. O prazo para inscrições vai de 26 de novembro até 2 de dezembro. Os salários variam de R$ 3,1 mil a R$ 8,1 mil, com adicional de 13% para vagas em Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná. Acesse aqui o edital do processo seletivo da Itaipu Binacional. As inscrições devem ser feitas por meio do preenchimento do formulário disponível no site do Núcleo de Concursos da Universidade Federal do Paraná (NC-UFPR), responsável pela realização do processo seletivo. A taxa de inscrição custa R$ 67, para o nível médio, R$ 78, para o técnico, e R$ 100, para o nível superior. O pagamento pode ser feito até 2 de janeiro de 2019. São 19 vagas para quem tem ensino superior completo, três para nível técnico e uma de nível médio. Há cotas para pessoas com deficiência e para pessoas negras. As provas estão previstas para 3 de fevereiro de 2019, em Foz do Iguaçu e Curitiba. Já o resultado final deve ser divulgado em 20 de março do ano que vem. Veja abaixo as vagas abertas: Ensino superior completo Ciências contábeis: 1 vaga + cadastro de reserva – salário de R$ 6.111,93; Direito: 1 vaga + cadastro de reserva – salário de R$ 7.090,22; Engenharia elétrica: 2 vagas, sendo uma para turno de revezamento + cadastro de reserva - salário de R$ 8,1 mil; Engenharia eletrônica, elétrica, de automação ou de telecomunicações: 1 vaga + cadastro de reserva – salário de R$ 8,1 mil; Engenharia Civil: 1 vaga + cadastro de reserva – salário de R$ 8,1 mil; Secretariado executivo: 1 vaga + cadastro de reserva – salário de R$ 6.111,93; Biblioteconomia ou gestão da informação: 1 vaga + cadastro de reserva – salário de R$ 6.111,93; Arquivologia ou gestão da informação: 1 vaga + cadastro de reserva – salário de R$ 6.111,93; Medicina veterinária: 1 vaga + cadastro de reserva – salário de R$ 6.111,93; Engenharia florestal: 1 vaga + cadastro de reserva – salário de R$ 8,1 mil; Zootecnia: 1 vaga + cadastro de reserva – salário de R$ 6.111,93; Agronomia ou engenharia agronômica: 1 vaga + cadastro de reserva – salário de R$ 8,1 mil; Farmácia e bioquímica: 1 vaga + cadastro de reserva – salário de R$ 6.111,93; Pedagogia: 1 vaga + cadastro de reserva – salário de R$ 6.111,93; Psicologia: 1 vaga + cadastro de reserva – salário de R$ 6.111,93; Ciências biológicas ou ecologia: 1 vaga + cadastro de reserva – salário de R$ 6.111,93; Geografia: 1 vaga + cadastro de reserva – salário de R$ 6.111,93; Comunicação social – habilitação em jornalismo (fotógrafo): 1 vaga + cadastro de reserva – salário de R$ 6.111,93. Ensino técnico Técnico em hidrologia: 1 vaga + cadastro de reserva – salário de R$ 4.038,99; Técnico em mecânica ou eletromecânica: 1 vaga + cadastro de reserva – salário de R$ 4.038,99; Técnico em agropecuária, agrícola, florestal ou ambiental: 1 vaga + cadastro de reserva – salário de R$ 4.038,99. Ensino médio Almoxarifado: 1 vaga + cadastro de reserva – salário de R$ 3.190,33. Itaipu Binacional é a responsável pela gestão da Usina Hidrelétrica de Itaipu. A empresa é uma sociedade entre o Brasil e o Paraguai - a parte brasileira pertence à Eletrobras. Veja mais notícias da região no G1 Paraná.




Secretaria Municipal de Educação informa que prazo, para crianças que vão cursar o P4 e o 1º ano em 2019, termina nesta quarta-feira (14) e não haverá prorrogação. A confirmação deve ser feita pessoalmente na unidade indicada na carta-matrícula. Mais de 4 mil crianças não tiveram a matrícula confirmada na rede de ensino de Londrina A um dia do fim do prazo, 30% dos pais ainda não confirmaram as matrículas na rede municipal de ensino de Londrina, no norte do Paraná. A Secretaria Municipal de Educação (SME) informou que os pais precisam ir até a unidade indicada na carta-matrícula até esta quarta-feira (14) e não haverá prorrogação. Até esta terça-feira (13), dos 14,2 mil alunos que vão cursar o P4 e o 1º ano em 2019, mais de 4,2 mil ainda não tiveram a matrícula confirmada por pais ou responsáveis, conforme a SME. O horário de atendimento nas unidades da rede municipal de ensino costuma ser das 8h às 17h30, mas a orientação da SME é para que os pais entrem em contato com a creche ou escola antes do deslocamento, já que algumas podem ter horário de atendimento diferenciado na secretaria. Quem perder o prazo, vai poder fazer a busca por vagas remanescentes somente a partir da segunda quinzena de janeiro do ano que vem, diretamente na SME, ou a partir de fevereiro em uma das unidades escolares do município. Junior Cesar Dias de Jesus, gerente de Matrícula e Documentação Escolar da SME, explica que, mesmo se a unidade escolar que consta na carta for diferente da pretendida pela família, é preciso efetivar a matrícula para garantir a vaga e, na próxima semana, procurar a Secretaria para tentar a mudança de escola ou creche. Como efetivar a matrícula A efetivação da matrícula deve ser feita pessoalmente na unidade escolar que consta na carta-matrícula, que foi retirada pelos pais e responsáveis em outubro deste ano. Na carta estão listados os documentos que devem ser apresentados para a realização da matrícula para o ano letivo de 2019. Entre eles estão originais e fotocópias da Certidão de Nascimento da criança, atestado de que a vacinação está em dia (que pode ser obtido gratuitamente nas Unidades Básicas de Saúde e não pode ser substituído pela carteirinha de vanicação) e os comprovantes de residência. Quem tiver dúvidas sobre a documentação pode telefonar para a SME, das 8h às 18h, nos telefones (43) 3375-0235 e (43) 3375-0236. A distribuição dos alunos nas creches e escolas foi feita segundo critérios do georreferenciamento, buscando alocar o aluno o mais perto de casa possível, de acordo com a SME. Quem perder o prazo também perde o critério de proximidade, pois matrícula dependerá das vagas que restarem. Rematrícula De 19 a 23 de novembro, será realizada a rematrícula dos alunos que já são atendidos na rede municipal de ensino. Pais e responsáveis precisam confirmar matrículas no P4 e 1º ano da rede municipal de ensino de Londrina até esta quarta-feira (14) Prefeitura de Londrina/Divulgação Veja mais notícias da região no G1 Norte e Noroeste.
A um dia do fim do prazo, 30% dos pais ainda não confirmaram as matrículas na rede municipal de Londrina

Secretaria Municipal de Educação informa que prazo, para crianças que vão cursar o P4 e o 1º ano em 2019, termina nesta quarta-feira (14) e não haverá prorrogação. A confirmação deve ser feita pessoalmente na unidade indicada na carta-matrícula. Mais de 4 mil crianças não tiveram a matrícula confirmada na rede de ensino de Londrina A um dia do fim do prazo, 30% dos pais ainda não confirmaram as matrículas na rede municipal de ensino de Londrina, no norte do Paraná. A Secretaria Municipal de Educação (SME) informou que os pais precisam ir até a unidade indicada na carta-matrícula até esta quarta-feira (14) e não haverá prorrogação. Até esta terça-feira (13), dos 14,2 mil alunos que vão cursar o P4 e o 1º ano em 2019, mais de 4,2 mil ainda não tiveram a matrícula confirmada por pais ou responsáveis, conforme a SME. O horário de atendimento nas unidades da rede municipal de ensino costuma ser das 8h às 17h30, mas a orientação da SME é para que os pais entrem em contato com a creche ou escola antes do deslocamento, já que algumas podem ter horário de atendimento diferenciado na secretaria. Quem perder o prazo, vai poder fazer a busca por vagas remanescentes somente a partir da segunda quinzena de janeiro do ano que vem, diretamente na SME, ou a partir de fevereiro em uma das unidades escolares do município. Junior Cesar Dias de Jesus, gerente de Matrícula e Documentação Escolar da SME, explica que, mesmo se a unidade escolar que consta na carta for diferente da pretendida pela família, é preciso efetivar a matrícula para garantir a vaga e, na próxima semana, procurar a Secretaria para tentar a mudança de escola ou creche. Como efetivar a matrícula A efetivação da matrícula deve ser feita pessoalmente na unidade escolar que consta na carta-matrícula, que foi retirada pelos pais e responsáveis em outubro deste ano. Na carta estão listados os documentos que devem ser apresentados para a realização da matrícula para o ano letivo de 2019. Entre eles estão originais e fotocópias da Certidão de Nascimento da criança, atestado de que a vacinação está em dia (que pode ser obtido gratuitamente nas Unidades Básicas de Saúde e não pode ser substituído pela carteirinha de vanicação) e os comprovantes de residência. Quem tiver dúvidas sobre a documentação pode telefonar para a SME, das 8h às 18h, nos telefones (43) 3375-0235 e (43) 3375-0236. A distribuição dos alunos nas creches e escolas foi feita segundo critérios do georreferenciamento, buscando alocar o aluno o mais perto de casa possível, de acordo com a SME. Quem perder o prazo também perde o critério de proximidade, pois matrícula dependerá das vagas que restarem. Rematrícula De 19 a 23 de novembro, será realizada a rematrícula dos alunos que já são atendidos na rede municipal de ensino. Pais e responsáveis precisam confirmar matrículas no P4 e 1º ano da rede municipal de ensino de Londrina até esta quarta-feira (14) Prefeitura de Londrina/Divulgação Veja mais notícias da região no G1 Norte e Noroeste.




Ação ocorreu na madrugada desta terça-feira (13); prejuízo chega a R$ 20 mil, segundo o proprietário. Homens furtam rodas de caminhões em oficina mecânica de Ponta Grossa Uma oficina mecânica de caminhões foi furtada na madrugada desta terça-feira (13), em Ponta Grossa, nos Campos Gerais do Paraná, de acordo com a Polícia Civil. Segundo o dono do estabelecimento, foram levadas rodas de caminhões e outros itens, totalizando um prejuízo de R$ 20 mil. Assista ao vídeo acima. No vídeo é possível ver o portão da oficina derrubado e a área onde são guardadas as peças e ferramentas revirada. Homens furtam rodas de caminhão em oficina mecânica de Ponta Grossa Marcus Vinícius Padilha O empresário contou ainda que esta foi a terceira vez que o local foi alvo de ladrões. Semelhança com outro crime Cerca de 24 horas antes, na madrugada de segunda-feira (12), dois homens furtaram 16 jogos de rodas com pneus em uma revenda de carros de Ponta Grossa. A Delegacia de Furtos e Roubos disse que vai investigar se há relação entre os dois crimes. Em nenhum dos casos houve prisão. Homens furtam rodas em revenda de carros de Ponta Grossa Câmeras de segurança Veja mais notícias da região no G1 Campos Gerais e Sul.
Homens furtam rodas de caminhões em oficina mecânica de Ponta Grossa

Ação ocorreu na madrugada desta terça-feira (13); prejuízo chega a R$ 20 mil, segundo o proprietário. Homens furtam rodas de caminhões em oficina mecânica de Ponta Grossa Uma oficina mecânica de caminhões foi furtada na madrugada desta terça-feira (13), em Ponta Grossa, nos Campos Gerais do Paraná, de acordo com a Polícia Civil. Segundo o dono do estabelecimento, foram levadas rodas de caminhões e outros itens, totalizando um prejuízo de R$ 20 mil. Assista ao vídeo acima. No vídeo é possível ver o portão da oficina derrubado e a área onde são guardadas as peças e ferramentas revirada. Homens furtam rodas de caminhão em oficina mecânica de Ponta Grossa Marcus Vinícius Padilha O empresário contou ainda que esta foi a terceira vez que o local foi alvo de ladrões. Semelhança com outro crime Cerca de 24 horas antes, na madrugada de segunda-feira (12), dois homens furtaram 16 jogos de rodas com pneus em uma revenda de carros de Ponta Grossa. A Delegacia de Furtos e Roubos disse que vai investigar se há relação entre os dois crimes. Em nenhum dos casos houve prisão. Homens furtam rodas em revenda de carros de Ponta Grossa Câmeras de segurança Veja mais notícias da região no G1 Campos Gerais e Sul.




Trabalhadores não querem a aprovação da proposta que pode deixar bilhetagem do transporte público exclusivamente eletrônica. Grupo saiu da sede do Sindimoc, que fica na Rua TIbagi, no Centro, e caminhou até a Prefeitura de Curitiba, no Centro Cívico Ramon Pereira/RPC Cobradores e motoristas de ônibus de Curitiba protestaram na tarde desta terça-feira (13) contra um projeto de lei, em tramitação na Câmara, que pode deixar bilhetagem do transporte público exclusivamente eletrônica. O grupo saiu da sede do Sindicato dos Motoristas e Cobradores de Ônibus de Curitiba e Região Metropolitana (Sindimoc), que fica na Rua TIbagi, no Centro, e caminhou até a Prefeitura de Curitiba, no Centro Cívico. Não há informações sobre bloqueio de vias. Os objetivos do projeto, segundo a administração municipal, são manter a tarifa equilibrada e aumentar a segurança, já que não haveria mais o uso de dinheiro. Conforme a prefeitura, 60% dos passageiros entram nos ônibus das linhas urbanas da capital usando o cartão-transporte. Atualmente, a bilhetagem eletrônica já substitui a cobrança em dinheiro nas linhas que operam com micro-ônibus. A medida vale desde 2014. O que diz a categoria Em nota assinada pelo presidente do Sindimoc, Anderson Teixeira, o projeto é tratado como "Lei do Desemprego". A categoria teme que seis mil trabalhadores sejam demitidos, segundo o comunicado. "Não podemos, em hipótese alguma, permitir uma medida dessa gravidade. Seis mil trabalhadores é um número equivalente a três montadoras de veículos", diz. Conforme a nota, o sindicato tenta conversar com vereadores e o prefeito de Curitiba, Rafael Greca (PMN), para que a proposta seja reavaliada e retirada da pauta da Câmara. Sem demissões, diz Urbs A Urbanização de Curitiba S/A (Urbs), que é a autarquia responsável pela gestão do transporte coletivo da cidade, afirmou que não haverá demissão de cobradores. Ao todo, são quase quatro mil cobradores trabalhando no transporte público, conforme a Urbs. Já o Sindimoc informou que são seis mil trabalhadores. Ainda segundo a Urbs, o proposta prevê a redução da atividade do cobrador, não a extinção. A autarquia explicou que os cobradores serão reaproveitados em outras funções dentro das empresas. Categoria teme que seis mil trabalhadores sejam demitidos, segundo o Sindimoc Ramon Pereira/RPC Veja mais notícias do estado no G1 Paraná.
Cobradores e motoristas de ônibus fazem protesto contra projeto de lei, em Curitiba

Trabalhadores não querem a aprovação da proposta que pode deixar bilhetagem do transporte público exclusivamente eletrônica. Grupo saiu da sede do Sindimoc, que fica na Rua TIbagi, no Centro, e caminhou até a Prefeitura de Curitiba, no Centro Cívico Ramon Pereira/RPC Cobradores e motoristas de ônibus de Curitiba protestaram na tarde desta terça-feira (13) contra um projeto de lei, em tramitação na Câmara, que pode deixar bilhetagem do transporte público exclusivamente eletrônica. O grupo saiu da sede do Sindicato dos Motoristas e Cobradores de Ônibus de Curitiba e Região Metropolitana (Sindimoc), que fica na Rua TIbagi, no Centro, e caminhou até a Prefeitura de Curitiba, no Centro Cívico. Não há informações sobre bloqueio de vias. Os objetivos do projeto, segundo a administração municipal, são manter a tarifa equilibrada e aumentar a segurança, já que não haveria mais o uso de dinheiro. Conforme a prefeitura, 60% dos passageiros entram nos ônibus das linhas urbanas da capital usando o cartão-transporte. Atualmente, a bilhetagem eletrônica já substitui a cobrança em dinheiro nas linhas que operam com micro-ônibus. A medida vale desde 2014. O que diz a categoria Em nota assinada pelo presidente do Sindimoc, Anderson Teixeira, o projeto é tratado como "Lei do Desemprego". A categoria teme que seis mil trabalhadores sejam demitidos, segundo o comunicado. "Não podemos, em hipótese alguma, permitir uma medida dessa gravidade. Seis mil trabalhadores é um número equivalente a três montadoras de veículos", diz. Conforme a nota, o sindicato tenta conversar com vereadores e o prefeito de Curitiba, Rafael Greca (PMN), para que a proposta seja reavaliada e retirada da pauta da Câmara. Sem demissões, diz Urbs A Urbanização de Curitiba S/A (Urbs), que é a autarquia responsável pela gestão do transporte coletivo da cidade, afirmou que não haverá demissão de cobradores. Ao todo, são quase quatro mil cobradores trabalhando no transporte público, conforme a Urbs. Já o Sindimoc informou que são seis mil trabalhadores. Ainda segundo a Urbs, o proposta prevê a redução da atividade do cobrador, não a extinção. A autarquia explicou que os cobradores serão reaproveitados em outras funções dentro das empresas. Categoria teme que seis mil trabalhadores sejam demitidos, segundo o Sindimoc Ramon Pereira/RPC Veja mais notícias do estado no G1 Paraná.




Apresentação, que conta com coral de 120 crianças, vai ter cores e músicas que resgatam o clima dos anos 80 e 90. Espetáculo tem mais de 400 pessoas envolvidas entre crianças do coral, bailarinos e equipe técnica. Pedro Brodbeck/G1 Mais de 100 mil lâmpadas, 4,5 mil metros de fita de LED e uma lua gigante, de seis metros de altura e uma tonelada, vão iluminar esta edição do Natal do Palácio Avenida. Segundo a organização, será a maior cenografia das 28 edições do espetáculo. O evento é gratuito e acontecerá todas as sextas, sábados e domingos entre 30 de novembro e 16 de dezembro. Confira a programação do Natal de Curitiba. “É a maior cenografia da história do espetáculo. Será uma apresentação impressionante mesmo para aquelas pessoas que assistem o show todos os anos”, afirmou o diretor-geral do espetáculo, Wado Gonçalves. Nesta edição, o show tem o tema “Tempo de Sonhar” e vai apresentar cores e músicas que resgatam o clima dos anos 80 e 90. Clássicos como 'Lindo Balão Azul', 'Lua de Cristal' e 'Carimbador Maluco' estão no repertório de 28 músicas. De acordo com os organizadores, o coral é formado por 120 crianças de escolas municipais de Curitiba e de instituições de acolhimento. Do total de crianças a se apresentar, 90% participam pela primeira vez. "São crianças entre 7 e 13 anos que estão ensaiando desde agosto para a apresentação", disse a diretora musical, Dulce Primo. São também mais de 2,5 mil adereços e 160 figurinos. Confira fotos do ensaio para o espetáculo de Natal no Palácio Avenida em Curitiba. O espetáculo deste ano conta com a presença do ator convidado Beto Sargentelli. Beto Sargentelli é o artista convidado desta edição Pedro Brodbeck/G1 Cerca de 150 adultos atuam como "anjos" no apoio às crianças durante a apresentação. A organização espera que 40 mil pessoas compareçam por noite ao espetáculo. Agenda As apresentações acontecem todas as sextas, sábados e domingos entre 30 de novembro e 16 de dezembro, às 20h20, no Palácio Avenida, na Rua Luiz Xavier, 11, no Centro. O espetáculo tem cerca de 45 minutos de duração. Veja mais notícias do estado no G1 Paraná.
Natal do Palácio Avenida terá lua gigante e maior cenografia da história do espetáculo, diz organização

Apresentação, que conta com coral de 120 crianças, vai ter cores e músicas que resgatam o clima dos anos 80 e 90. Espetáculo tem mais de 400 pessoas envolvidas entre crianças do coral, bailarinos e equipe técnica. Pedro Brodbeck/G1 Mais de 100 mil lâmpadas, 4,5 mil metros de fita de LED e uma lua gigante, de seis metros de altura e uma tonelada, vão iluminar esta edição do Natal do Palácio Avenida. Segundo a organização, será a maior cenografia das 28 edições do espetáculo. O evento é gratuito e acontecerá todas as sextas, sábados e domingos entre 30 de novembro e 16 de dezembro. Confira a programação do Natal de Curitiba. “É a maior cenografia da história do espetáculo. Será uma apresentação impressionante mesmo para aquelas pessoas que assistem o show todos os anos”, afirmou o diretor-geral do espetáculo, Wado Gonçalves. Nesta edição, o show tem o tema “Tempo de Sonhar” e vai apresentar cores e músicas que resgatam o clima dos anos 80 e 90. Clássicos como 'Lindo Balão Azul', 'Lua de Cristal' e 'Carimbador Maluco' estão no repertório de 28 músicas. De acordo com os organizadores, o coral é formado por 120 crianças de escolas municipais de Curitiba e de instituições de acolhimento. Do total de crianças a se apresentar, 90% participam pela primeira vez. "São crianças entre 7 e 13 anos que estão ensaiando desde agosto para a apresentação", disse a diretora musical, Dulce Primo. São também mais de 2,5 mil adereços e 160 figurinos. Confira fotos do ensaio para o espetáculo de Natal no Palácio Avenida em Curitiba. O espetáculo deste ano conta com a presença do ator convidado Beto Sargentelli. Beto Sargentelli é o artista convidado desta edição Pedro Brodbeck/G1 Cerca de 150 adultos atuam como "anjos" no apoio às crianças durante a apresentação. A organização espera que 40 mil pessoas compareçam por noite ao espetáculo. Agenda As apresentações acontecem todas as sextas, sábados e domingos entre 30 de novembro e 16 de dezembro, às 20h20, no Palácio Avenida, na Rua Luiz Xavier, 11, no Centro. O espetáculo tem cerca de 45 minutos de duração. Veja mais notícias do estado no G1 Paraná.




Doses serão aplicadas em todas as unidades de saúde da cidade até 7 de dezembro. Outros oito municípios do estado também participam desta fase da campanha. Veja quem deve tomar a 3ª dose da vacina contra a dengue A Secretaria de Saúde de Londrina, no norte do Paraná, realiza uma nova etapa de vacinação contra a dengue. Ao todo, 2,8 mil londrinenses, que receberam as duas primeiras doses, devem ser imunizados nesta fase, que é a última etapa da imunização. As vacinas são aplicadas em todas as unidades de saúde da cidade desde segunda-feira (12). A campanha será realizada até 7 de dezembro. Outras cidades Além de Londrina, outras oito cidades do estado também participam desta etapa campanha: Cambé, Maringá, Munhoz de Melo, Sarandi, Mandaguari, todas no norte, São Sebastião da Amoreira, no Norte Pioneiro, Foz do Iguaçu, no oeste, e Paranaguá, no litoral paranaense. Essas cidades ainda precisam ampliar a cobertura vacinal para garantir imunidade da população-alvo e também são os municípios que fazem parte d e uma pesquisa de efetividade da vacina, conforme a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa). Ainda de acordo com a Sesa, cada município deve definir a estratégia para vacinar o público-alvo com a terceira dose. Desde 2016, jovens com idade entre 15 e 28 anos de 30 cidades do Paraná têm a chance de receber as três doses da vacina contra a dengue. Nove cidades do Paraná têm nova etapa da vacinação contra a dengue até 7 de dezembro Reprodução/TV TEM Veja mais notícias da região no G1 Norte e Noroeste.
Saúde de Londrina começa nova etapa da vacinação contra a dengue

Doses serão aplicadas em todas as unidades de saúde da cidade até 7 de dezembro. Outros oito municípios do estado também participam desta fase da campanha. Veja quem deve tomar a 3ª dose da vacina contra a dengue A Secretaria de Saúde de Londrina, no norte do Paraná, realiza uma nova etapa de vacinação contra a dengue. Ao todo, 2,8 mil londrinenses, que receberam as duas primeiras doses, devem ser imunizados nesta fase, que é a última etapa da imunização. As vacinas são aplicadas em todas as unidades de saúde da cidade desde segunda-feira (12). A campanha será realizada até 7 de dezembro. Outras cidades Além de Londrina, outras oito cidades do estado também participam desta etapa campanha: Cambé, Maringá, Munhoz de Melo, Sarandi, Mandaguari, todas no norte, São Sebastião da Amoreira, no Norte Pioneiro, Foz do Iguaçu, no oeste, e Paranaguá, no litoral paranaense. Essas cidades ainda precisam ampliar a cobertura vacinal para garantir imunidade da população-alvo e também são os municípios que fazem parte d e uma pesquisa de efetividade da vacina, conforme a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa). Ainda de acordo com a Sesa, cada município deve definir a estratégia para vacinar o público-alvo com a terceira dose. Desde 2016, jovens com idade entre 15 e 28 anos de 30 cidades do Paraná têm a chance de receber as três doses da vacina contra a dengue. Nove cidades do Paraná têm nova etapa da vacinação contra a dengue até 7 de dezembro Reprodução/TV TEM Veja mais notícias da região no G1 Norte e Noroeste.




Atendimentos de urgência e emergência serão transferidos para o Hospital Municipal, no bairro São Cristóvão, a partir de sábado (17). A suspensão das atividades na UPA Brasília, explica a Secretaria de Saúde, se deve ao início da reforma e ampliação do local Prefeitura de Cascavel A Secretaria Municipal de Saúde de Cascavel, no oeste do Paraná, informou na tarde desta terça-feira (13) que as atividades na UPA Brasília serão encerradas à 0h desta quarta-feira (14). A medida, explica, se deve ao início da reforma e ampliação o local. A prefeitura não informou quando as obras no local devem ser iniciadas e nem a previsão de conclusão. Pacientes em observação serão transferidos para as outras duas UPAs da cidade. A UPA Veneza concentrará os atendimento a adultos e crianças e a UPA Tancredo concentrará o atendimento pediátrico. Os atendimentos de urgência e emergência até então encaminhados para a UPA Brasília serão encaminhados a partir de sábado (17) para o Hospital Municipal, antigo Hospital Jácomo Lunardelli, na Rua Domiciano Teobaldo Bresolin, 332, no bairro São Cristóvão. Veja mais notícias da região no G1 Oeste e Sudoeste.
UPA Brasília em Cascavel encerra atividades a partir da 0h desta quarta-feira

Atendimentos de urgência e emergência serão transferidos para o Hospital Municipal, no bairro São Cristóvão, a partir de sábado (17). A suspensão das atividades na UPA Brasília, explica a Secretaria de Saúde, se deve ao início da reforma e ampliação do local Prefeitura de Cascavel A Secretaria Municipal de Saúde de Cascavel, no oeste do Paraná, informou na tarde desta terça-feira (13) que as atividades na UPA Brasília serão encerradas à 0h desta quarta-feira (14). A medida, explica, se deve ao início da reforma e ampliação o local. A prefeitura não informou quando as obras no local devem ser iniciadas e nem a previsão de conclusão. Pacientes em observação serão transferidos para as outras duas UPAs da cidade. A UPA Veneza concentrará os atendimento a adultos e crianças e a UPA Tancredo concentrará o atendimento pediátrico. Os atendimentos de urgência e emergência até então encaminhados para a UPA Brasília serão encaminhados a partir de sábado (17) para o Hospital Municipal, antigo Hospital Jácomo Lunardelli, na Rua Domiciano Teobaldo Bresolin, 332, no bairro São Cristóvão. Veja mais notícias da região no G1 Oeste e Sudoeste.



Decreto prevê multa de até R$ 2 mil para quem for flagrado transportando passageiros sem autorização da Secretaria de Mobilidade. A Prefeitura de Maringá, no norte do Paraná, publicou, nesta terça-feira (13), a regulamentação da atividade dos motoristas de aplicativos. O decreto prevê multa de até R$ 2 mil para quem for flagrado transportando passageiros sem autorização da Secretaria de Mobilidade (Semob). As empresas responsáveis pelos aplicativos deverão fornecer informações de todas as viagens realizadas no município - exceto dados pessoais de passageiros - sob pena de multas que podem chegar a R$ 100 mil. Conforme o decreto, as empresas terão que pagar R$ 0,08 por quillômetro rodado à prefeitura, estabelece o decreto. A administração não tem estimativa de quanto deve arrecadar com a cobrança. "Ainda não sabemos quantos motoristas de aplicativos atuam em Maringá. Já ouvimos falar que são mais de mil", diz o secretário de Mobilidade, Gilberto Purpur. De acordo com a Semob, o próximo passo será notificar as empresas sobre as exigências do decreto, iniciar o cadastramento dos motoristas e vistoriar os veículos. Entre as exigências, estão que na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) os motoristas tenham a observação que Exerce Atividade Remunerada (EAR), tenham seguro que cubra acidentes pessoais de passageiros - a cobertura mínima é de R$ 25 mil por ocupante para morte e R$ 5 mil para despesas médicas - , trabalhem com veículo de quatro portas e ar-condicionado, e devem apresentar certidões criminais negativas, expedidas pelas justiças Estadual e Federal. Entre as punições previstas no decreto estão: Infração média, no valor de R$ 200 Alteração das características de fabricação do veículo Recusar identificar-se ou apresentar os documentos exigidos pelos fiscais Conduzir o veículo sem a vistoria obrigatória Pneus desgastados além dos padrões mínimos de segurança Infração grave, no valor de R$ 1 mil Apólice de seguro vencida Veículo com data de fabricação superior a dez anos Infração gravíssima, no valor de R$ 2 mil Utilizar carteira de condutor falsa ou adulterada Ameaçar ou agredir, passageiros fiscais ou concorrentes Pessoa jurídica que autorizar a realização do serviço sem devida comunicação a Semob Desrespeito aos fiscais ou agentes de trânsito Projeto aprovado há mais de um ano A regulamentação do serviço pela prefeitura ocorre 14 meses depois da aprovação do projeto de lei com a regras para o transporte remunerado de passageiros por aplicativos pela Câmara Municipal. As empresas interessadas em prestar o serviço terão que se cadastrar na Semob e terão licenças válidas por 12 meses. Veja mais notícias da região no G1 Norte e Noroeste
Prefeitura de Maringá regulamenta transporte de passageiros por aplicativos
Decreto prevê multa de até R$ 2 mil para quem for flagrado transportando passageiros sem autorização da Secretaria de Mobilidade. A Prefeitura de Maringá, no norte do Paraná, publicou, nesta terça-feira (13), a regulamentação da atividade dos motoristas de aplicativos. O decreto prevê multa de até R$ 2 mil para quem for flagrado transportando passageiros sem autorização da Secretaria de Mobilidade (Semob). As empresas responsáveis pelos aplicativos deverão fornecer informações de todas as viagens realizadas no município - exceto dados pessoais de passageiros - sob pena de multas que podem chegar a R$ 100 mil. Conforme o decreto, as empresas terão que pagar R$ 0,08 por quillômetro rodado à prefeitura, estabelece o decreto. A administração não tem estimativa de quanto deve arrecadar com a cobrança. "Ainda não sabemos quantos motoristas de aplicativos atuam em Maringá. Já ouvimos falar que são mais de mil", diz o secretário de Mobilidade, Gilberto Purpur. De acordo com a Semob, o próximo passo será notificar as empresas sobre as exigências do decreto, iniciar o cadastramento dos motoristas e vistoriar os veículos. Entre as exigências, estão que na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) os motoristas tenham a observação que Exerce Atividade Remunerada (EAR), tenham seguro que cubra acidentes pessoais de passageiros - a cobertura mínima é de R$ 25 mil por ocupante para morte e R$ 5 mil para despesas médicas - , trabalhem com veículo de quatro portas e ar-condicionado, e devem apresentar certidões criminais negativas, expedidas pelas justiças Estadual e Federal. Entre as punições previstas no decreto estão: Infração média, no valor de R$ 200 Alteração das características de fabricação do veículo Recusar identificar-se ou apresentar os documentos exigidos pelos fiscais Conduzir o veículo sem a vistoria obrigatória Pneus desgastados além dos padrões mínimos de segurança Infração grave, no valor de R$ 1 mil Apólice de seguro vencida Veículo com data de fabricação superior a dez anos Infração gravíssima, no valor de R$ 2 mil Utilizar carteira de condutor falsa ou adulterada Ameaçar ou agredir, passageiros fiscais ou concorrentes Pessoa jurídica que autorizar a realização do serviço sem devida comunicação a Semob Desrespeito aos fiscais ou agentes de trânsito Projeto aprovado há mais de um ano A regulamentação do serviço pela prefeitura ocorre 14 meses depois da aprovação do projeto de lei com a regras para o transporte remunerado de passageiros por aplicativos pela Câmara Municipal. As empresas interessadas em prestar o serviço terão que se cadastrar na Semob e terão licenças válidas por 12 meses. Veja mais notícias da região no G1 Norte e Noroeste